Foto: Divulgação / Gov. do Estado de São Paulo

Campos do Jordão

Campos do Jordão fica na “Serra da Mantiqueira”, distante cerca de 195 km de São Paulo. Campos do Jordão se destaca em termos de infraestrutura com boas opções de restaurantes, hospedagem, compras, lazer e eventos culturais, além de pousadas de charme. A cidade é sobretudo procurada no inverno por pessoas que buscam o frio da serra, quando acontece o Festival Internacional de Inverno, que chega a receber mais de um milhão de turistas.

Quem quiser emendar as compras, encontra diversas opções no centro de Capivari. Há uma grande variedade de lojas, malharias, lanchonetes e restaurantes. O clima e o estilo arquitetônico alemão das lojas da vila fazem com que o visitante se sinta na Europa.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Parque Estadual Campos do Jordão

Foto: Divulgação / Gov. de São Paulo

O Parque Estadual de Campos do Jordão, conhecido regionalmente como Horto Florestal, foi criado em 1941. Atualmente, possui uma área de 8.341 hectares e ocupa um terço da superfície do município da região serrana do Estado. O Parque abriga área remanescente importante da Mata Atlântica, num mosaico composto pela mata de Araucária e Podocarpus, dos Campos de Altitude e de Mata Nebular. Estes ambientes contam com uma riquíssima fauna, com mais de 186 espécies de aves catalogadas e animais ameaçados de extinção, como a onça-parda, a jaguatirica e o papagaio-de-peito-roxo.

# 2 Parque Estadual Mananciais de Campos do Jordão

Foto: Divulgação / Gov. do Estado de São Paulo

O Parque Estadual dos Mananciais de Campos do Jordão foi criado em 1993, com uma área que totaliza 502 hectares, no município de Campos do Jordão. O grande destaque dessa área de preservação é a Represa do Salto, que chega a abastecer até 30% da demanda hídrica da cidade. Além disso, o Parque abriga uma extensa plantação de Pinus no entorno da Represa e diversas espécies da fauna e flora nativas da região.

# 3 Parque do Capivari
Em Campos do Jordão, no ponto final da estrada de ferro, situa-se o Parque do Capivari, conjunto com mais de 40 mil m² que oferece diversas opções de lazer para adultos e crianças. Suas principais atrações são o teleférico, que transporta os visitantes até o topo do Morro do Elefante, passeios no lago com pedalinhos, e os chalés, que vendem malhas, chocolates caseiros, produtos artesanais e souvenir. No parque há também um dos Centros de Memória Ferroviária com diversos objetos que contam a história da ferrovia.

# 4 Palácio da Boa Vista
Com mais de 1800 peças, que vão de mobiliário, tapeçarias a obras de arte, o Palácio da Boa Vista é uma das atrações da cidade. O espaço possui 105 cômodos e localiza-se em uma área de 95 mil m2, a maioria composta por jardins que circundam a residência. Aberta ao público desde 1970, o palácio se transformou em um museu com vasto acervo de artistas brasileiros. Durante a visita, que passa pelos principais cômodos do local, monitores falam sobre obras de nomes como Tarsila do Amaral e Cândido Portinari.

# 5 Auditório Cláudio Santoro
Outro espaço cultural da cidade é o Auditório Cláudio Santoro. O centro de convenções foi construído para receber o Festival Internacional de Inverno. Nomes como Tom Jobim, Guiomar Novaes e Nelson Freire já se apresentaram no espaço. Fora da temporada de inverno, o auditório é usado para shows, concertos, convenções e outras manifestações culturais.

# 5 Estrada de Ferro
Até a década de 70, a ferrovia era uma das principais formas de chegar em Campos. Com o crescimento das rodovias, a estrada de ferro virou uma charmosa atração turística que leva os visitantes para apreciar as lindas paisagens da cidade. Uma das paradas mais aguardadas é a no Alto do Lageado, considerado o ponto ferroviário mais alto do Brasil, com 1743 m de altitude. No local, é possível avistar o Palácio Boa Vista e a Pedra do Baú, localizada no alto da Serra da Mantiqueira.

# 6 Morro do Elefante
O Morro do Elefante também é outro ponto alto da cidade. Seus 1800 metros de altitude permitem um dos mais belos panoramas de Campos do Jordão. A forma mais divertida de chegar ao morro é pelo teleférico, que parte da Estação Emílio Ribas. A estação também é ponto de partida para passeios turísticos de trem e de bondinho. Lá, o visitante também conta com uma área de lazer com playground, lojas de malhas e artesanatos.

■ CACHOEIRAS

# 1 Ducha de Prata
A Ducha de Prata, por exemplo, atrai por sua queda d’água. A cachoeira canalizada forma diversos jatos de água que permitem aos visitantes tomar banho frio nas águas. Para chegar até a ducha, usa-se uma plataforma de madeira.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
O acesso para Campos do Jordão pode ser feito pelas rodovias (SP-123), ou pela (BR-116).

De Ônibus:
-Rodoviária: R. Benedito Lourenço, 285 – Vila Jaguaribe, Tel. (12) 3662-1995

De Avião:
Aeroporto: Aeroporto Professor Urbano Ernesto Stumpf (SJK) – Av. Brig. Faria Lima, s/nº – São José dos Campos, Tel. (12) 3946-3001 (83,8 km); Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos (GRU) – Rod. Hélio Smidt, s/nº – Guarulhos, Tel. (11) 2445-2945 (169 km)

■ MAPA DA REGIÃO