Foto: Divulgação

Atibaia

O município do Atibaia possui 141.398 mil pessoas, distante a apenas 65 quilômetros da Capital. O clima agradável atrai turistas de todas as regiões do País: alguns vão em busca de tranquilidade para fugir da agitação da cidade e curtir o merecido descanso, a natureza e ar puro. Por outro lado, há aqueles que vão em busca de emoções nas alturas para a prática do vôo livre, principalmente, asa delta e paraglider.

Com localização privilegiada, Atibaia tem se evidenciado como polo turístico e atrativo de investidores. Está no entroncamento de duas importantes rodovias (Dom Pedro I e Fernão Dias), fica próximo dos principais polos tecnológicos do estado, como São Paulo e São José dos Campos, e de grandes portos e aeroportos. Atualmente, é a cidade referência na produção de flores e morangos. São cerca de 150 produtores de morango, três milhões de pés da fruta e uma produção de 4 mil toneladas, responsável por um faturamento anual de aproximadamente R$ 10 milhões. Tudo isso movimenta cerca de 500 pessoas, que trabalham diretamente com a produção da fruta no município.

Já a produção de flores tem aproximadamente 400 produtores. Em volume de produção, as flores de Atibaia representam cerca de 25% do total produzido no Brasil. São aproximadamente 500 hectares de área de produção, com um faturamento anual de cerca de 300 milhões de dólares. O turismo de negócio também é muito forte na cidade, com uma vasta rede hoteleira e um rico setor gastronômico.

■ PONTOS TURÍSTICOS

Monumento Natural Estadual Pedra Grande
Com um área de 3.3 mil hectares, tendo como principal objetivo a preservação dos atributos bióticos, abióticos e cênicos do maciço da Pedra Grande. A administração da área está a cargo da Fundação para Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo. O MONAT abrange os municípios de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Mairiporã e Nazaré Paulista. A Pedra Grande é apontada como uma das melhores rampas de voo livre da região. Entre os principais esportes praticados, estão a asa delta. Com 1.450 metros de altitude e 200 mil metros quadrados de superfície, a Pedra Grande é comparada aos grandes santuários que existem pelo mundo como Machu Pichu (Peru), Grand Canyon (Estados Unidos) e as pirâmides do Egito.

Museu Municipal João Batista Conti
Possui um acervo histórico do Brasil Colônia, Império e República. Funciona na antiga Casa de Câmara e Cadeia Municipal construída em 1836 e é de grande beleza arquitetônica, tombada como patrimônio pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Parque Municipal Edmundo Zanoni

Foto: Divulgação

Com 38 mil metros quadrados, possui uma vasta área verde com grande variedade de flores e um viveiro de pássaros. Possui lago com pedalinhos, área de descanso e pista para caminhadas. O local ainda abriga o Salão do Artesanato e o Museu de História Natural.

Igreja São João Batista
Foi erguida em 1665, nas terras de Jerônimo Camargo, fundador da cidade. Abriga vários tesouros arquitetônicos e artísticos, como imagens barrocas e um painel pintado em 1911 por Benedito Calixto.

Igreja Nossa Senhora do Rosário
A igreja nasceu das mãos de antigos escravos. Impedidos de frequentar a igreja tradicional da cidade, eles construíram a igreja. Então, a partir de 1817, quando ficou pronta, era ali que eles realizavam os cultos à Nossa Senhora do Rosário.

Casarão Júlia Ferraz
Construído em 1776, o prédio virou um ponto de comercialização dos famosos doces caseiros da cidade, além de frutas e artesanatos locais. O casarão é tombado pelo Condephaat e considerado patrimônio do Estado.

■ EVENTOS

Festa do Morango e das Flores
acontece em setembro, no Parque Edmundo Zanoni. Durante três finais de semana, cerca de 100 mil turistas visitam a festa e se deliciam nas tradicionais barraquinhas que oferecem a fruta in natura e uma variedade de doces como tortas, pavês, bolos e mousses. A festa conta ainda com apresentações de grupos folclóricos de diversos países como Itália, Japão e Alemanha.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Para chegar a Atibaia, vá pela Rodovia Fernão Dias (BR 381), ou pela Rodovia D. Pedro I. A cidade limita-se a norte com o município de Bragança Paulista, a sul com Franco da Rocha e Mairiporã, a leste com Piracaia e Bom Jesus dos Perdões e a oeste com Jarinu e Campo Limpo Paulista.

Outra opção é chegar pela Via Dutra, responsável pela ligação da Região Metropolitana de São Paulo e Vale do Paraíba ao Rio de Janeiro e Espírito Santo.

De Ônibus:

n/d

De Avião:
n/d

De Navio:
n/d

■ MAPA DA REGIÃO