Home / Cidades do Brasil / São Cristóvão
Foto: Divulgação / IPHAN

São Cristóvão

São Cristóvão fica localizada a 25 km da capital Aracaju, foi fundada em 1590 e é considerada a quarta cidade mais antiga do Brasil. Primeira capital de Sergipe e quarta cidade mais antiga do Brasil, está situada no alto de uma encosta e, portanto, dividida entre cidade baixa e alta, onde as construções religiosas determinam seu traçado. O chão de pedra, a arquitetura colonial, as igrejas e museus compõem o seu patrimônio histórico, artístico e cultural. A cidade é considerada um registro único e autêntico de um fenômeno urbano singular no Brasil, período durante o qual Portugal e Espanha estiveram unidos sob uma única coroa, nos reinados de Felipe II e Felipe III, entre 1580 e 1640. A Praça une os padrões de ocupação seguidos por Portugal e as normas estabelecidas pela Espanha. São Cristóvão foi reconhecida como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 2010.

■ PONTOS TURÍSTICOS

Praça São Francisco

Foto: Divulgação / IPHAN

Destaca-se, entre o patrimônio tombado e apresenta um conjunto monumental excepcional e homogêneo, composto de edifícios públicos e privados. Construída entre os séculos XVI e XVII, demonstra de forma singular a fusão das influências das legislações e práticas espanhola e portuguesa na formação de núcleos urbanos coloniais. A Praça constitui um assentamento urbano que funde os padrões de ocupação do solo seguidos por Portugal e as normas definidas para cidades estabelecidas pela Espanha. Dessa forma, sua autenticidade está explícita em seu desenho, entorno, técnicas, uso, função, e contexto histórico e cultural.

O entorno da Praça abriga a Igreja de Misericórdia, o Palácio Provincial e Casario Antigo, Igreja e Convento de São Francisco, a Capela da Ordem Terceira (atual Museu de Arte Sacra), Santa Casa, Museu de Sergipe e a Casa do Folclore Zeca de Noberto. Implantada de acordo com o comprimento e a largura exigida pela Lei IX das Ordenações Filipinas, incorpora o conceito de Praça Maior tal como empregado nas cidades coloniais da América hispânica, inserida no padrão urbano português de cidade colonial em uma paisagem tropical. Por isso, pode ser considerada uma simbiose notável do planejamento urbano de cidades de origem ibérica. Edifícios institucionais civis e religiosos relevantes – o principal deles é o complexo da Igreja e Convento de São Francisco – transmitem valor universal excepcional e estão intactos e completos.

Museu Histórico de Sergipe
Localizado na Praça São Francisco, é um prédio do século XVIII e abriga os principais elementos que ajudam a contar a história de Sergipe. O acervo reúne relíquias como o famoso quadro de Horácio Pinto da Hora, que retrata Ceci e Peri (personagens principais do romance, O Guarani, de José de Alencar), móveis, documentos, moedas, louças e outros objetos que revelam a importância de São Cristóvão no contexto histórico.

Igreja Matriz de Nossa Sra. da Vitória
Edificada no largo de um outeiro, configurou o núcleo inicial da cidade alta. Após a década de lutas entre holandeses e portugueses no território de Sergipe (1637-1647), a cidade começou a ser reconstruída e expandida a partir de ligações e prolongamentos derivados da implantação do Convento de São Francisco (1693), do Convento e Igreja da Ordem Terceira do Carmo (1699), da Igreja e Santa Casa de Misericórdia (do início do século) e da Igreja do Rosário dos Homens Pretos (1746).

Convento e Igreja de Santa Cruz (Convento e Igreja de São Francisco)
Atual Museu de Arte Sacra, reúne um dos acervos mais completos do Brasil. A pedra fundamental para construção do convento foi lançada em 1693 e as obras contaram com as esmolas recolhidas entre a população da cidade. Durante o século XIX, as instalações do convento foram utilizadas pela Assembleia Provincial e Tesouraria-Geral da Província, e também hospedaram as tropas federais que combateram os revoltosos de Canudos, em 1897. O convento foi reformado por frades alemães, em 1902.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
O acesso às cidades é pela BR-101 até cidade de São Cristóvão.

De Ônibus:
Para quem deseja chegar de ônibus, há duas opções. A primeira é sair do Terminal Rodoviário Luiz Garcia, no Centro de Aracaju.  Existe também linha regular intermunicipal Nº 307 – SÃO CRISTÓVÃO ZONA OESTE.

De Avião:
n/d

■ MAPA DA REGIÃO