Home / Cidades do Brasil / Boa Vista

Boa Vista

Boa Vista foi o primeiro povoado de Roraima, localizada na margem direita do rio Branco. Nas áreas próximas ao rio, estão os principais registros do passado de Boa Vista, com construções em estilo neoclássico que relembram o auge da cidade.

A cidade de Boa Vista possui uma orla chamada de A Orla Taumanan é um lugar especial para admirar outras atrações como a Ponte dos Macuxi, a Praia Grande.

A influência indígena é muito forte na mesa dos roraimenses. A cidade abriga a Estação Ecológica de Maracá, que além de ser um trecho de floresta preservada, conta com espécies como a onça-pintada, as ariranhas e as guaribas. O Monumento ao Garimpeiro, principal estátua da cidade, fica na Praça do Centro Cívico e homenageia os trabalhadores que extraíam ouro na região quando a atividade era liberada.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Orla Taumanan
Fica localizada as margens do Rio Branco, que banha Boa Vista, recentemenete urbanizada, conta com duas plataformas: Weikepá (Nascer do Sol), na parte inferior, voltada para o Monumento aos Pioneiros e Meremê (Arco-Íris), na parte superior e voltada para a Matriz de Nossa Senhora do Carmo, a primeira igreja do estado. É um dos melhores lugares da cidade para se apreciar o nascer do sol ou aproveitar o dia e o anoitecer nas áreas de lazer e quiosques com comidas e bebidas variadas. No período de seca, durante o verão amazônico, de setembro a fevereiro, as águas baixam, diminuindo a navegabilidade do rio Branco e formando belas praias fluviais, bastante frequentadas pela população e turistas.

# 2 Praça das Águas
A Praça das Águas é um convite à apreciação de fontes luminosas em Boa Vista, capital de Roraima. Os símbolos do local são diversos chafarizes de água que proporcionam um belo espetáculo. Um de seus principais monumentos é o Portal do Milênio, construído na chegada do ano 2000. Com 16m de altura, o Portal simbolizou a passagem para um novo tempo e, alegoricamente, para uma nova cidade. Uma praça de alimentação e barracas de artesanato também fazem parte do local, que serve de encontro de amigos e casais.

# 3 Centro de Artesanato e Turismo Velia Coutinho
Artesanatos finos estão entre os destaques do Centro de Artesanato e Turismo Velia Coutinho, que conta com lojas administradas por artesãos de Boa Vista, no Estado de Roraima. No local, são comercializados produtos confeccionados por indígenas, como cestarias e colares.

O espaço é um tributo à artesã roraimense Velia Sodré Coutinho, pelo seu engajamento comunitário e pelos 20 anos devotados ao artesanato no Estado.

Com capacidade para receber até 8 mil pessoas, o Centro reúne barracas de produtos artesanais, além de um espaço de exposições e um palco coberto para espetáculos. Ali, cerca de 30 artesãos podem expor e vender seus trabalhos. Para dar oportunidade a todos, é feito um rodízio mensal de forma que todos os interessados tenham a sua vez de mostrar seu trabalho.

# 4 Parque Nacional do Monte Roraima
Criado em 28 de junho 1989, o Parque Nacional do Monte Roraima fica no extremo norte de Roraima, mais precisamente no município de Pacaraima, a cerca de 190 km da capital Boa Vista, e abrange uma das montanhas mais antigas do planeta.

A formação rochosa do Monte Roraima tem idade estimada em mais de 2 bilhões de anos e tem a forma de uma mesa, denominada pelos povos indígenas locais de tepuí. Com 2.875 m de altitude e uma paisagem recortada por rios, cascatas e formações rochosas, o Monte pode ser acessado sob orientação de guias locais. O Parque ocupa cerca de 116 mil hectares e conta com diversas espécies de samambaias e bromélias. É recomendável contratar um guia em Boa Vista para acompanhar a viagem.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
n/d

De Ônibus:
O Terminal Rodoviário de Boa Vista recebe linhas intermunicipais e interestaduais.

De Avião:
É possível chegar a Boa Vista partindo do aeroporto de Manaus, no Amazonas. O desembarque é no aeroporto de Boa Vista, que fica a apenas 3,5 km do centro da capital.

■ MAPA DA REGIÃO