Home / Cidades do Brasil / Serra dos Órgãos
Foto: Felipe Barros / Brasil Turismo

Serra dos Órgãos

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos, protege uma importante área de Mata Atlântica, onde ocorre montanhas e florestas preservadas e biodiversidade riquíssima em uma área com menos de 20.030 hectares, divididos pelos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim.

Espécies de plantas e animais em extinção como o “Muriqui“, na Serra dos Órgãos é o único lugar no Brasil onde ocorre as duas espécies Muriqui-do-norte e Muriqui-do-sul, seu último refúgio contra a caça.

Em sua sede principal na cidade de “Teresópolis“, fica as principais atrações do parque, cachoeiras como a do “Poço do Jacaré” e a “Piscina do Parque“. A sede Teresópolis também é porta de entrada da “Travessia Petrópolis x Teresópolis“, conhecida internacionalmente por ser uma das melhores caminhadas de longo curso do mundo.

O “Parque Nacional da Serra dos Órgãos” é considerado um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha, como escalada e montanhismo. Entre as escaladas destacam-se o “Dedo de Deus“, considerado o marco inicial da escalada no país e a “Agulha do Diabo“, reconhecida como uma das 15 mais difíceis escaladas em rocha no mundo.

PONTOS TURÍSTICOS

>> TERESÓPOLIS

# 1 Centro de Visitantes
O Centro de Visitantes é um local de apoio ao turista que chega ao parque, existe uma sala interativa sobre o Parnaso. Os visitantes encontrarão material impresso explicativo e uma maquete da área do Parque e suas montanhas.

# 2 Trilha Cartal Postal
Trilha com extensão de 1,2 Km, ao chegar encontra-se o Mirante do Cartão Postal onde é possível ver o Dedo de Deus e outras montanhas. É possível ver a Baía de Guanabara ao fundo e até a cidade de Niterói.

# 3 Trilha Mozart Catão
Esta trilha cruza pequenos cursos d’água e floresta de encosta até chegar ao Mirante Alexandre Oliveira, com vista para a cidade de Teresópolis e o Parque Estadual dos Três Picos, ao fundo. Os nomes da trilha e do mirante homenageiam dois alpinistas da cidade, mortos ao tentar escalar a face sul do Aconcágua, em 1998.

# 4 Trilha da Primavera
A trilha tem 15 minutos de caminhada leve, para todas as idades. O visitante experimenta a sensação de estar em uma mata preservada, sendo possível observar inúmeras espécies. Entre elas destaca-se o palmito-juçara (Euterpe edulis), espécie ameaçada de extinção pelo corte indiscriminado.

# 5 Trilha 360
n/d

# 6 Trilha Suspensa
A trilha suspensa começa na Praça da Barragem. A trilha possui piso de madeira e corrimão, permitindo acesso até a cadeirantes. Construída sobre um aqueduto do início do século XX, esta trilha corta um trecho de Mata Atlântica em nível elevado em relação ao terreno, permitindo ao visitante uma observação mais próxima da copa das árvores. No trecho final a trilha atinge grandes alturas em relação ao solo (até 8 metros) e permite belas visões da floresta e dos paredões do PARNASO. Uma escada dá acesso a poços do rio Paquequer, ótima opção de banho em dias quentes.

# 7 Estrada da Barragem
Estrada calçada em paralelepípedo com trânsito liberado para automóveis. É a via que dá acesso a todas as trilhas da Sede Teresópolis. Ideal para caminhadas de lazer, tem extensão de 3 Km e placas indicativas de distância em intervalos de 500 m. A estrada conta com vários mirantes, recantos para descanso, duchas e cascatas. A estrada termina na Praça da Barragem, ponto de captação de água para a cidade de Teresópolis.

#8 Trilha da Pedra do Sino
A Pedra do Sino é o ponto culminante da Serra dos Órgãos com 2.275m e lá do alto a vista alcança toda a Baía de Guanabara, a cidade do Rio de Janeiro e parte do Vale do Paraíba, no lado continental. O acesso feito por trilha é um clássico do montanhismo. São cerca de 11 km (cinco a seis horas) de caminhada desde a sede do Parque, em Teresópolis, a 1.100 metros de altitude, até o ponto culminante da serra. O primeiro trecho é mais leve, por dentro da mata, com calçamento da época do Império. As duas cachoeiras no caminho são boas opções de parada. A trilha é acidentada e seu acesso é limitado a 100 pessoas por dia. A trilha é também o trecho final da tradicional travessia Petrópolis-Teresópolis.

# 9 Travessia Petropolis x Teresópolis
n/d

>> GUAPIMIRIM

#1 Centro de Visitantes e Museu von Martius
O Centro de Visitantes von Martius da Sede Guapimirim está instalado em casarão do século XIX, restaurado para a preservação de suas características originais. O casarão pertenceu à antiga Fazenda Barreira do Soberbo, sendo seu proprietário durante o Império o médico Henrique José Dias, que se dedicou ao plantio das quineiras (Cinchona calissaia).

O histórico casarão abriga exposição permanente com fotos e informações sobre o parque, uma maquete de toda a área do PARNASO, além de interessante coleção de exemplares das obras do botânico Von Martius, material especializado sobre meio ambiente, videoteca e um auditório para realização de cursos, palestras e seminários, equipado com TV e vídeo e com capacidade para 40 pessoas.

#2 Capela de Nossa Senhora da Conceição do Soberbo

Datada de 1713, esta histórica construção está situada em uma pequena ilha fluvial entre dois braços do rio Soberbo.

Construída em estilo barroco, o prédio é tombada pelo INEPAC e é um importante remanescente histórico do período de ocupação colonial do recôncavo da Guanabara. A capela é aberta quinzenalmente para a realização de missas e visitas (segundas, quartas e sábados do mês).

■ CACHOEIRAS

>> TERESÓPOLIS

# 2 Piscina Natural

Localizada próximo a entrada do Parque, atrai muitas famílias com crianças por ser local com mesas e áreas para piqueniques. O rio Paquequer proporciona um gostoso banho de cachoeira.

A trilha do Caxinguelê, que segue a borda do Rio Paquequer, é um passeio muito agradável, onde o visitante entra em contato com a natureza.

# 3 Poço dois Irmãos

Cachoeira localizada próximo à Piscina Natural, acesso por uma trilha de 50 metros, possui um poço profundo e duas pedras que formam uma barreira onde toda água passa por uma única saída. É possível fazer saltos da pedra maior, que possui uma caverna embaixo desta onde é possível respirar.

# 4 Poço do Castelo
n/d

# 5 Poço Ceci e Peri
n/d

>> PETRÓPOLIS

#1 Poço Paraíso
Belo local para banho a apenas 15 minutos de caminhada da portaria do Bonfim.

#2 Cachoeira Véu de Noiva
Localizada depois da Gruta Presidente, tem 32 metros de altura, ideal para prática de esportes radicais. Uma das preferidas de Dom Pedro, a queda d’água tem 35 metros de altura. Para chegar lá, há uma trilha leve, com pedras.

#3 Cachoeira das Andorinhas
A dez minutos da Véu da Noiva, a queda de 15 metros de altura e o poço abaixo convidam para um banho relaxante.

#4 Escalada da Pedra Comprida
São 22 vias de escalada em vários níveis. É considerada um “muro de escalada” natural do Vale do Bonfim.

#5 Gruta do Presidente
Opção de caminhada, considerada semi-pesada, local de prática de escalada e rapel. Ao lado da gruta existe um pequeno e agradável poço para banho.

#6 Pedra do Açu
Ponto mais alto do Setor Petrópolis (2.245m), é atingido após caminhada considerada pesada (aproximadamente 5 horas). Nos Castelos do Açú existe um abrigo de montanha, bem como local para camping e coleta de água.

>> GUAPIMIRIM

#3 Poço da Capela
Junto à histórica capela de Nsa. Sra. da Conceição do Soberbo é possível desfrutar de um bom banho neste poço com cachoeira.

#4 Poço do Sossego
Mais um recanto aprazível com um belo poço e cachoeira. O poço é sombreado por árvores repletas de bromélias e orquídeas. O acesso mais resguardado justifica o nome deste poço que recebe sol poucas horas por dia

#5 Poço da Ponte Velha
Junto às ruínas dos pilares de uma antiga ponte da estrada real encontra-se um agradável poço de águas quase sempre calmas e fácil acesso.

É possível parar veículos a cerca de 20 m do rio. Próximo ao poço existem sanitários e um quiosque que serve lanches e bebidas.

#6 Poço Verde
Principal atrativo natural da Sede Guapimirim, o Poço Verde é um conjunto de cachoeiras, corredeiras, poços artificiais e naturais do Rio Soberbo. Ótimo local para banho, localizado a 20 minutos de caminhada do Centro de Visitantes.

#7 Poço da Preguiça
Outra boa opção para banho, a 15 minutos de caminhada do Centro de Visitantes.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
O acesso às sedes de Guapimirim e Teresópolis é bem fácil. Para quem vem do Rio de Janeiro deve seguir pela BR-040 e depois pegar a BR 116 (Rio-Teresópolis), até o primeiro acesso do parque na subida da serra na sede Guapimirim no Km 98 da rodovia.

Endereço: Km 98 da BR 116 – Guapimirim – RJ (subida da serra de Teresópolis)

A sede Teresópolis está localizada seguindo mais 12 Km adiante, no topo da serra junto à área urbana da cidade.
Endereço: Av. Rotariana s/no. Alto – Teresópolis – RJ

O acesso à sede Petrópolis no distrito de Corrêas, se dá pela BR-040 (Rio – Juiz de Fora). Do centro de Petrópolis até a portaria, o acesso é através da Estrada União-Indústria, que margeia o rio Quitandinha.
Endereço: Estrada do Bonfim, s/no. Corrêas – Petrópolis – RJ

De Ônibus:
Para a cidade de Teresópolis a Viação Teresópolis parte da Rodoviária Novo Rio na cidade do Rio de Janeiro com destino até Teresópolis. Diversas outras linhas do Nordeste com destino a cidade do Rio de Janeiro passam pela cidade pela BR-116 na entrada da cidade de Teresópolis. Para a cidade de Petrópolis as Viações Única e Fácil fazem o trajeto partindo da Rodoviária Novo Rio na cidade do Rio de Janeiro com destino até a cidade.

■ MAPA DA REGIÃO

■ ARTIGOS RELACIONADOS / SERRA DOS ÓRGÃOS

-> Parque Nacional da Serra dos Órgãos

-> 
Teresópolis

-> 
Guapimirim