Home / Cidades do Brasil / Mangaratiba
Foto: Divulgação / Pref. Mun. de Mangaratiba

Mangaratiba

Mangaratiba fica a cerca de 85 Km da capital do Rio de Janeiro, seu litoral possui águas calmas e paisagens deslumbrantes. São mais de 30 praias e vários passeios entre as ilhas do município para quem aprecia mar, sol e natureza em alguns dos lugares mais lindos do Brasil.

São diversas opções para moradores e visitantes. Quem prefere locais agitação pode optar , por Muriqui e Praia do Saco, ou Praia Grande (na Ilha de Itacuruçá). Quem prefere praias mais reservadas, pode optar, por exemplo, por Praia Grande. De maneira geral, estar em Mangaratiba é quase sempre uma experiência tranquilizadora: as águas são calmas, com poucas ondas.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Parque Estadual Cunhambebe
Com área de aproximada de 38 mil hectares, possui objetivo de assegurar a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica da porção fluminense da Serra do Mar, bem como recuperar as áreas degradadas ali existentes, possibilitar a conectividade dos maciços florestais da Bocaina e do Tinguá; manter populações de animais e plantas nativas e oferecer refúgio para espécies raras, vulneráveis, endêmicas e ameaçadas de extinção da fauna e flora nativas, preservar montanhas, cachoeiras e demais paisagens notáveis contidas em seus limites; oferecer oportunidades de visitação, recreação, aprendizagem, interpretação, educação, pesquisa, estimular o turismo e a geração de empregos e renda.

# 2 Parque Municipal Pedra do Urubu
Desde 13 de outubro de 2016, Mangaratiba tem um parque municipal: é o Parque Municipal Pedra do Urubu, no 1° Distrito. Ele tem 248 hectares, em um perímetro de 7,24 mil metros que abrange os bairros Parque Bela Vista, Centro, Santo Antônio, Ribeira e Junqueira. A nova unidade visa conservar, proteger e recuperar os ecossistemas locais, além de promover a educação ambiental, proteção dos mananciais e estimular o turismo.

# 3 Estrada Imperial
Ligava Mangaratiba a Rio Claro, através da Serra do Piloto, e tem cerca de 40 km de extensão. É considerada a primeira estrada de rodagem do Brasil, construída em 1856 para atender ao escoamento da produção de café do Vale do Paraíba para o Porto de Mangaratiba.

A estrada teve grande importância econômica devido às exportações de café do Vale do Paraíba, pelo Porto de Mangaratiba. Em seu percurso, encontram-se marcos de engenharia de época, como um sistema de escoamento de águas pluviais e pedras de milha. Entre eles está também o Bebedouro da Barreira, tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual em 1983. A obra foi feita para dar água aos animais e, segundo dizem, D. Pedro II se deteve no local para dar de beber ao seu cavalo, quando por ali passou para inauguração da estrada imperial.

Encontram-se também as ruínas de prédios assobradados, mistos de residências-armazéns e trapiches, todos do século XIX, com linhas arquitetônicas simples, típicas do período colonial.

# 4 Igreja de São Pedro
Com linhas simples, o interior revestido em pinho de riga e coberta por telhas francesas, a Igreja de São Pedro foi fundada em 1884. Na ilha de Juagunum, onde está instalada, a única forma de acesso à construção é por barco.

# 5 Ruínas do Saco de Cima
As primeiras construções do povoado do Saco de Cima devem datar de 1830. Algumas das ruínas do povoado são de armazéns de café, como o que pertencia à Antunes e Cia. e encerrou suas atividades em 18 de janeiro de 1865. O Saco era um grande empório do comércio escravo e lugar de agitações contra as autoridades legais da Vila de Mangaratiba. As ruínas de antigas edificações no Saco De Cima, às margens da Estrada de São João Marcos (antiga Estrada Imperial) foram tombadas pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 1979.

# 5 Paróquia de Nossa Senhora Sant’Ana de Itacuruçá
A Paróquia de Nossa Senhora Sant’Ana de Itacuruçá foi construída em 1846 e tem a fachada frontal voltada para o mar. Considerada de grandes proporções para o tamanho da vila onde foi instalada, muitos a comparam, pela planta baixa, à Igreja da Glória, no Rio de Janeiro. Desmembrada da Matriz de Mangaratiba, é um bem tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) desde 1983.

# 6 Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Jacareí
Construção do século XIX, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Jacareí tem estilo rústico, com linhas simples, típico das capelas da época.

# 7 Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia
Com fachada frontal revestida de azulejos portugueses, é datada de 1795, quando substituiu uma capela que havia no mesmo local, em homenagem à padroeira de Mangaratiba. Há no interior da igreja uma capela mor com forro de madeira e em abóboda de berço. No altar, a imagem original de Nossa Senhora da Guia, em madeira, com características barrocas.

# 8 Solar Barão de Sahy
É o principal espaço cultural de Mangaratiba, onde abriga hoje a Fundação Mário Peixoto, oferece palestras, cursos de violão, dança, artesanato, pintura e desenho e o Museu Municipal de Mangaratiba (MMM). Inaugurado em março de 2012, o MMM conta com peças do século XVII, atas da Câmara Municipal, registros fotográficos do século XIX, móveis, moedas do século XIV, e uma exposição permanente de quadros.

# 9 Ilha de Marambaia
Ao Sul do Estado do Rio, no município de Mangaratiba, é a porta de entrada da Baía de Sepetiba e da Baía de Ilha Grande. A ilha e a restinga englobam uma área de 81 quilômetros quadrados. Área de preservação ambiental, é uma das últimas grandes reservas de Mata Atlântica do Sudeste. Reserva da Marinha, a ilha tem vegetação de restinga e mangues em bom estado de conservação.

■ PRAIAS

# 1 Praia da Grande
Praia de mar calmo ideal para crianças, local é muito bonito e tranquilo. Possui poucas lojas, se comparada a outras praias da região. Na praia há árvores, que fornecem sombra. Existe uma linha de trem, que passa pela orla da praia.

# 2 Praia de Itacuruça
Linda praia possuindo cerca de um quilômetro de extensão, com águas calmas e não é aconselhável ao banho, por causa da poluição. Excelente comida em quiosques, neste distrito organizam-se passeios de barco pelas ilhas da região.

# 3 Praia das Donzelas

# 4 Praia da Ribeira

# 5 Praia da Piquara

# 6 Praia de Junqueira

# 7 Praia Santo Antônio

# 8 Ilha da Guaíba

# 9 Praia de Ibicuí

# 10 Ilha da Guaibinha

# 11 Praia Vermelha

# 12 Praia do Apara

# 13 Praia Brava

# 14 Praia do Sahy

■ CACHOEIRAS

# 1 Cachoeiras do Vale do Rio Sahy
Cachoeira limpa sem quedas com corredeiras em pedras que formam vários poços ótimo para banhos. Local excelente para levar a família, restaurantes com boa comida e preços bons.

# 2 Cachoeira Véu da Noiva
Localizada no distrito de Muriqui, o acesso é feito a partir da BR-101. A trilha de fácil dificuldade onde o visitante avista-se o litoral e leva a parte baixa ou alta da cachoeira possui poços diferentes, sendo ideal para a prática de rapel.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Pelo centro do Rio de Janeiro, acesso pela Avenida Brasil, em Santa Cruz pegar a rodovia Rio-Santos (BR-101), passar por Itaguaí até Itacuruçá até o acesso ao centro da cidade de Mangaratiba.

De Ônibus:
Vindo do Rio
Costa Verde: http://www.costaverdetransportes.com.br
Colitur (Regional): (24) 3323-4151

■ MAPA DA REGIÃO

■ ARTIGOS RELACIONADOS / MANGARATIBA

-> Parque Nacional da Serra da Bocaina