Home / Cidades do Brasil / União da Vitória
Foto: ATEMA

União da Vitória

Conhecida por fazer divisa com Santa Catarina, União da Vitória tem muitos outros atrativos. A cidade da região Sudeste, que tem pouco mais de 57 mil habitantes, foi palco de batalhas da Guerra do Contestado, um conflito armado ocorrido entre 1912 e 1916. Posseiros e pequenos proprietários de terra disputaram com representantes dos poderes federal e estadual uma região rica em madeira e erva-mate, que ficava entre os Estados do Paraná e de Santa Catarina, a chamada região do Contestado.

Em função dos desdobramentos desse conflito, o município chegou a ser a capital provisória de um novo Estado – o das Missões -, que se desfez assim que a guerra chegou ao fim. No entanto, uma das características mais marcantes de União da Vitória é a ferrovia. Se hoje ela separa a cidade do município catarinense de Porto União, no passado, quando esse território era um só, foi responsável por muito progresso e êxito econômico.

Enquanto a memória seguia preservada, o tempo correu. E a União da Vitória da atualidade, com influências de imigrantes alemães, italianos, poloneses, ucranianos e sírio-libaneses, transformou-se em uma cidade em crescimento, com a economia voltada ao setor de serviços.

Duas importantes rodovias federais – a BR-153 e a BR-476 – e três conceituadas instituições de ensino superior ajudam a impulsionar a receita do município. Mas uma das maiores riquezas de União da Vitória está nas histórias que ela guarda em cada canto.

  • TURISMO FERROVIÁRIO
    Marcada por uma ferrovia que divide os Estados de Santa Catarina e Paraná, União da Vitória oferece opções de turismo ferroviário. Dá para passear de maria-fumaça e para visitar uma estação ferroviária que conta um pouco da história da Guerra do Contestado.
  • ATRAÇÕES RELIGIOSAS
    Uma estátua do Sagrado Coração de Jesus – a segunda maior do Brasil – e uma das primeiras igrejas a adaptar o altar de acordo com os padrões do Concílio Vaticano II proporcionam momentos de fé e contemplação para fiéis e demais turistas.
  • PARQUES
    Históricos ou ambientais, os parques da cidade oferecem beleza, conhecimento e diversão. São ideais para passeios entre amigos ou em família.
  • ARQUITETURA E HISTÓRIA
    Passear pela cidade é uma oportunidade de mergulhar na rica história local. Construções importantes, a maioria em estilo Art Déco, recontam episódios marcantes dos quase 130 anos do município. Servem de exemplo o Paço Municipal, o Cine Luz e a Escola Municipal Professor Serapião.
  • CONSTRUÇÕES EM ESTILO ART DÉCO
    Na área central da cidade, construções em estilo Art Déco, datadas dos anos de 1930, traduzem um momento histórico-cultural local marcado pelos desejos de afirmação de uma identidade cultural e de sucesso empresarial. Os traços arquitetônicos lembram um pinhão e remetem ao sentimento de pertencimento difundido pelo movimento paranista. A visitação é somente externa.
  • MIRANTE
    Um mirante de 36 metros quadrados construído com toras de eucalipto proporciona uma bela visão panorâmica da cidade e do rio Iguaçu.
  • PRAÇAS
    Rica em história, União da Vitória eterniza momentos e personagens do passado em simpáticas praças distribuídas pela cidade. A Praça da Força Expedicionária Brasileira homenageia os mais de 150 pracinhas que partiram da região rumo aos campos de batalha da Segunda Guerra Mundial. A da Ucrânia celebra o povo que imigrou para o Paraná e se tornou um ator importante na colonização do Estado e na construção da cidade. A Praça Coronel Amazonas, construída para prestar tributo à importante liderança local que lhe dá nome, apresenta um grande mapa do Brasil feito em cimento. Já a Praça da Divisa, que fica no limite entre o município e a vizinha catarinense Porto União, permite que o visitante coloque um pé em cada Estado.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Maria Fumaça 310
Uma das poucas máquinas a vapor do Brasil, a locomotiva tem caldeira tocada à lenha e estoque de água e madeira no compartimento traseiro. Construída em 1913, nos Estados Unidos, a composição ajudou a tornar União da Vitória a quarta maior economia do Paraná no início do século XX, principalmente ao fazer o trecho entre Porto União / União da Vitória e o porto de São Francisco do Sul (SC). Desde 2005, serve ao turismo ferroviário da cidade.

# 2 Estação Ferroviária União
A construção em arco e no estilo Art Déco, concluída em 1941, alia beleza arquitetônica e resgate histórico. Considerada uma das estações mais belas e singulares do interior do Brasil, a edificação remete à Guerra do Contestado. Porém, ao contrário do conflito por terras que opôs paranaenses e catarinenses, a estação ferroviária, a exemplo do nome, foi construída para congregar os dois povos. Um túnel para pedestres, que liga as cidades limítrofes de União da Vitória, no Paraná, e Porto União, em Santa Catarina, simboliza esse encontro.

# 3 Estátua do Sagrado Coração de Jesus
Erguida em homenagem ao padroeiro da cidade, a estátua é a segunda maior imagem de Jesus Cristo no Brasil e perde apenas para a do Rio de Janeiro. Com 27 metros de altura, fixado sobre um pedestal de seis metros, o monumento abriga uma capela. Para chegar até ela, é preciso subir 219 degraus. Está localizada em um dos pontos mais altos da cidade – o Morro da Cruz -, oferecendo uma visão privilegiada dos municípios de União da Vitória (PR) e Porto União (SC)

# 4 Parque Histórico Iguassu
O Parque Histórico do Iguassu é um museu ao ar livre que conta a história da ocupação ao longo do vale do rio Iguaçu, na região centro-sul do Estado. No local, casas centenárias de madeira formam uma vila que recria aspectos culturais dos imigrantes alemães, poloneses e ucranianos. Elas oferecem hospedagem aos visitantes.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Há três formas principais de se chegar ao município. A mais rápida é pela BR-476. O acesso também é possível pela mesma rodovia seguida pela PR-151. A terceira alternativa é pela BR-280, seguida pela BR-116. Empresas de ônibus e um aplicativo de caronas oferecem a viagem. A distância entre União da Vitória e Curitiba é de 243 km, que são percorridos em cerca de 3h30.

De Ônibus:
nd

De Avião:
n/d

■ MAPA DA REGIÃO