Home / Cidades do Brasil / São Miguel do Iguaçu
Foto: Divulgação / Pref. Municipal

São Miguel do Iguaçu

O município de São Miguel do Iguaçu está localizado no extremo Oeste do Estado do Paraná e com uma população de 27.307 habitantes.

Colonizada por desbravadores vindos em sua maioria de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, preserva vivo em seu povo os valores, os costumes e as tradições de uma história protagonizada pela cultura de imigrantes europeus e indígenas.

Fazem parte deste cenário a culinária apresentada nos cafés coloniais, as danças típicas, a música e o artesanato, retratando a identidade cultural forte e sólida que despertam o interesse de muitos visitantes.

São Miguel do Iguaçu desponta como um atraente destino turístico paranaense. Exuberante em suas paisagens naturais e rodeada pela hospitalidade carinhosa de um povo que resguarda sua riqueza cultural, ecológica e humana e guarda até hoje os costumes e as tradições vindas com seus desbravadores, expressivamente representadas em suas festas, artesanato e gastronomia.

Cercado pelas águas do Lago de Itaipu, o município tornou-se o lugar certo para quem gosta de realizar passeios de barco, pescar e aproveitar para admirar a paisagem.

■ PONTOS TURÍSTICOS

Turístico de Balneário Ipiranga
O Terminal Turístico de Balneário Ipiranga é hoje um dos principais cartões postais do município. Está situado às margens do Lago de Itaipu, com uma área de 120.000 m2, infra-estrutura para acampamento (área de 40.000 m2), pontos de água e luz, sanitários, chuveiros, campos de futebol de areia e grama, quadras de vôlei, play ground, restaurantes, churrasqueiras simples e cobertas, estacionamento, telefones públicos, atracadouro e serviço de segurança.

As áreas são bem arborizadas com plantas nativas que proporcionam um espaço adequado para o lazer, descanso, caminhadas e relaxamento. Permite também a pesca esportiva, áreas para banhos de 600 metros de praias no lago Itaipu e na piscina natural de 25.000 m2, prática da canoagem, passeios de barco e de pedalinhos.

Centro de Tradições Gaúchas – CTG Querência Amada
O centro de Tradições Gaúchas CTG Querência Amada, foi fundado em 25 de abril de 1978 e tem como objetivo cultuar as tradições do sul do país através da história, costumes, folclore, música e dança. É o maior CTG do Brasil em área coberta.

A invernada artística conta com a participação de crianças e adolescentes e talentos individuais como o campeão brasileiro de gaita ponto juvenil, bem como aulas de dança típica gaúcha.

Fazendinha
Sua área é de 4,5 alqueires com diversificados atrativos: açudes para pesca de tilápias, cascudos e carpas. Mini-fazenda para entretenimento das crianças (mini-vacas, pavões, patos selvagens, galinhas da angola, marrecos, pôneis, etc.), piscina, restaurante com cardápio diferenciado (feijão tropeiro, vaca atolada, entre outros), com oferta regular de um delicioso café da manhã. Para passar o dia na fazenda, é cobrado um ingresso que pode incluir: almoço, passeio de pônei, pesca e banho de piscina.

Biblioteca Cidadã
Com 180m² de área interna, a Biblioteca Cidadã “Ferdinando Felice Pagot“ foi inaugurada em 28 de novembro de 2011. Possui salas de leitura adulta e infantil, com um acervo inicial de aproximadamente 2.000 títulos, Telecentro, área administrativa e salão comunitário, os quais são totalmente equipados e mobiliados.

Museu Histórico Municipal
Museu com acervo de aproximadamente 200 peças e mais de 1.000 fotos que revelam a história da colonização do município e dos primeiros colonizadores. Instrumentos domésticos e antigas tecnologias podem ser apreciados junto à história política do município, contada no livro das personalidades e nos murais fotográficos que retratam a vida pública de seus administradores.

Aldeia Indígena Avá-Guarani
A reserva de 231 hectares abriga, aproximadamente, 600 índios que integram 120 famílias e se constitui na maior tribo de Guaranis no Sul do Brasil. Recebem assistência da FUNAI – Fundação Nacional do Índio, da FUNASA – Fundação Nacional de Saúde e da Prefeitura Municipal. Encontra-se instalado na reserva uma escola, um posto de saúde e um galpão para guarda de ferramentas utilizados na agricultura.

Na aldeia, os aborígines só falam o Tupi Guarani. Poucos conseguem se expressar em português, e é dessa forma que conseguem manter os costumes de seu povo. Preservam suas danças, cantos e cerimônias. Uma das manifestações de preservação de sua cultura é a formação de um coral infanto-juvenil de 30 vozes, que cantam músicas religiosas na sua língua nativa e o grupo de dança Guarani Acico que apresenta danças guerreiras. O coral indígena e o grupo de danças se apresentam em eventos organizados pelo município, mas se for agendado com antecedência os grupos podem ser contratados para apresentações em eventos em outros municípios ou pode-se usufruir deste belo espetáculo em visitas pré-agendadas na aldeia.

As casas são construídas de sapé, com paredes de barro, galhos de árvores, taquaras e cipós. Sobrevivem da agricultura (com o plantio de milho, feijão, arroz, mandioca, amendoim, batata, banana, melancia), e do artesanato que é preparado tanto pelos homens (artefatos para a pesca e caça) quanto pelas mulheres (adornos). Recomenda-se, ao visitar a reserva, solicitar a autorização junto ao cacique da tribo e FUNAI.

Comunidade Quilombola Apepu
A comunidade Quilombola APEPU, nome em referência a um tipo de laranja, abundante na região, está localizada na área rural do município de São Miguel do Iguaçu, ao lado do Parque Nacional. É uma das 86 comunidades quilombolas reconhecida como descendentes de escravos no estado do Paraná. Como remanescentes de quilombo, a comunidade mantém as tradições como cultivo medicina natural, artesanato, folclore e agricultura familiar. A comunidade hoje é formada por cinco famílias, cerca de 40 pessoas, que vivem da agricultura de subsistência partilhada em pequenas roças de milho, mandioca e horta comunitária.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Da região sudeste da cidade do Rio de Janeiro via BR-374 com 18 h 10 min (1.484,8 km) .

De Ônibus:

R Vanio Ghellere, 500 – Centro – São Miguel do Iguaçu, PR – CEP: 85877-000

■ MAPA DA REGIÃO