Home / Cidades do Brasil / Rio Negro
Foto: Prefeitura de Rio Negro

Rio Negro

A proximidade com Santa Catarina e a imigração alemã são fortes marcas de Rio Negro. Localizado no sudeste do Paraná, o município está no limite com a cidade catarinense de Mafra, demarcando a divisa entre os dois estados.

Primeiro a receber povos germânicos no Paraná, o município é o único do Brasil a ter uma colônia de imigrantes alemães bucovinos – vindos de uma região localizada entre a Ucrânia e Romênia. A cidade deve muito do seu crescimento a esses povos. Com a ajuda deles, Rio Negro gera riqueza com cultivo e beneficiamento de tabaco e madeira, indústrias fortes e pecuária de corte e leiteira.

Lugar onde as geadas são frequentes, Rio Negro tem gente hospitaleira e muitos atrativos turísticos. É uma excelente opção para quem vem ou já está no Paraná.

Município de grande extensão rural, Rio Negro tem várias propriedades agrícolas abertas ao turismo rural. Os visitantes podem andar a cavalo ou de trator, provar as delícias da comida caseira e ainda comprar produtos coloniais. A época da colheita de frutas, de dezembro a junho, é o período ideal para o passeio.

  • PRATIQUE ESPORTES
    A cidade oferece diversos eventos esportivos, livres ou de competição, como: o Projeto Caminhadas e Pedaladas na Natureza, meia-maratona, corridas de aventura, trilhas de motocross e pedais familiares.
  • TURISMO RELIGIOSO
    Devotos e apreciadores de arquitetura têm muitas opções de templos religiosos para visitar em Rio Negro. Dentre eles, destacam-se as igrejas Senhor Bom Jesus da Coluna; Nossa Senhora Aparecida; e Evangélica da Confissão Luteana. A Grutinha de Nossa Senhora de Schöensttat e antigo Seminário Francisco São Luis de Tolosa também proporcionam um belo passeio.
  • FEIRA DA LUA E A FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR ORGÂNICA
    Toda quarta-feira, a Feira da Lua, na Praça João Pessoa. As barracas oferecem o melhor das cozinhas alemã, bucovina e polonesa, além de lanches gourmet e produtos coloniais. No mesmo local, só que às sextas feiras, é a vez da Feira da Agricultura Familiar Orgânica, onde os melhores produtos naturais são comercializados de manhã.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Parque Ecoturístico Municipal São Luis de Tolosa
Dentro de uma reserva ambiental conhecida como Mata das Araucárias, o prédio da atual sede do Poder Público Municipal assemelha-se a um castelo medieval europeu e fica no alto de uma colina rodeada por vegetação. Na área, funciona um complexo turístico aberto à visitação, que possui capela, museu histórico, centro ambiental, cineteatro e loja de artesanato.

Um presépio e oratórias feitas de palha de milho, respectivamente, representam o nascimento e as principais passagens da vida de Jesus Cristo. O local oferece ainda campo para lazer e 4 mil metros de trilhas. A entrada é gratuita.

# 2 Praça João Pessoa
Cortada por passeios iluminados e repleta de charmosos objetos de época, como uma máquina niveladora alemã movida a lenha, a Praça João Pessoa é o lugar ideal para quem procura por tranquilidade.

# 3 Ponte Metálica Doutor Diniz Assis Hening
Erguida sobre o rio Negro, a Ponte Metálica Doutor Diniz Assis Hening é rodeada de lendas. Os 110 metros da estrutura, que acompanham o rio de margem a margem, teriam sido resultado de um erro de cálculo. Segundo especialistas, a medida precisaria ser maior para facilitar a navegação e diminuir o risco na ocorrência de enchentes. Outra versão afirma que a falha aconteceu no despacho da fábrica, que teria enviado à cidade outra ponte, não aquela encomendada. A obra foi tombada como Patrimônio Estadual do Paraná e Santa Catarina.

# 4 Paróquia Senhor Bom Jesus da Coluna
A igreja da Paróquia Senhor Bom Jesus da Coluna apresenta arquitetura em estilo românico, caracterizado pelos arcos redondos, paredes baixas e grandes colunas. O púlpito foi totalmente restaurado e recolocado no interior da edificação em 2006. Em 1859, a construção original foi movida da margem esquerda do rio Negro para a localização atual.

# 5 Calçadão Albany Bussmamm
O Calçadão Albany Bussmamm, junto à Praça João Pessoa, é o principal ponto de encontro da cidade. São 1570 metros quadrados de muito lazer e diversão.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
A principal rodovia de acesso a Rio Negro é a BR-116, que é pedagiada. A PR-281 atravessa o município, indo da Lapa a Piên. Até Curitiba, são 110 km e duas praças de pedágio.

De Ônibus:
nd

De Avião:
nd

■ MAPA DA REGIÃO