Home / Cidades do Brasil / Palotina
Foto: Prefeitura de Palotina

Palotina

Palotina, no Oeste Paranaense, surgiu como uma colcha de retalhos culturais. Na história, cultura e costumes, o município revela traços dos diferentes povos que a colonizaram. Seja nos detalhes arquitetônicos das igrejas e praças ou nos sabores da culinária local, lá estão as marcas dos gaúchos e catarinenses que marcharam para o oeste em busca de terras férteis e planas e, dos migrantes europeus que partiram da Bahia e de Minas Gerais. A cidade também revela a influência dos paraguaios e dos padres Palotinos, que deram nome ao lugar.

Dessa mistura multicultural, nasceu uma cidade agrícola, de 31,5 mil habitantes, que preza pela memória e história, cultiva a fé e a religiosidade, gosta de festas e foi privilegiada com belas paisagens naturais. O clima bucólico e um pouco da história do município estão espalhados pelas charmosas praças. Não deixe de conhecer a Praça Amadeo Piovesan, a Rafael Pivetta, a XV de Novembro e a da Rodoviária.

Os mais belos cenários de natureza exuberante ficam em Palotina. Quem gosta de água, mata e ar puro deve visitar o Lago Municipal, o Parque Estadual de São Camilo e o Santuário de Nossa Senhora da Salette.

A história e a cultura do município estão resguardadas em lugares que valem uma visita. Para saber mais sobre o passado local, visite o Museu Público Antônio Bernardino Daniel. Para conhecer as referências e tradições que ajudaram a formar a identidade palotinense, o Centro de Tradições Gaúchas e o Centro Cultural Italiano são paradas obrigatórias.​​​​​​

  • FÉ E RELIGIOSIDADE
    Fé e religiosidade estão muito presentes no cotidiano da cidade. Duas excelentes opções de turismo religioso são o Santuário Nossa Senhora da Salette e a Igreja Matriz São Vicente Palotti.
    ​​​​​​
  • TEM FESTAS PARA TODOS OS GOSTOS
    Quem gosta de festa não pode deixar de conhecer Palotina. A cidade tem comemorações para todos os gostos, que se estendem por todo o ano: em janeiro, tem o Dia de Campo da Cooperativa Agroindustrial C. Vale; em junho e julho, acontece a avaliação de vinhos coloniais. A Festa do Vizinho é em agosto. No segmento agrícola, tem a Expo Palotina e a Feira do Produtor Rural. Há ainda duas romarias: de Nossa Senhora da Sallete e do Padroeiro São Vicente Pallotti.

 

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Lago Municipal
O Lago Municipal é o lugar ideal para passear com a família. Arborizada, a área verde tem gramado e pista para caminhada. Outros tipos de atividade física podem ser praticados na academia de saúde. Na pausa para o descanso, que tal apreciar os objetos antigos e demais itens expostos no Museu Municipal, instalado no local.

# 2 Parque Estadual de São Camilo
Localizado em uma reserva biológica, o Parque Estadual de São Camilo mistura o clima e a beleza da natureza com a prática de esportes. O local tem lago, gramado e trilha.

# 3 Santuário Nossa Senhora da Salette
Espaço de fé, o Santuário Nossa Senhora da Selette reúne igreja e uma gruta religiosa. A beleza natural e a atmosfera de paz tornam o lugar uma boa opção de passeio.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Dá para chegar a Palotina de carro ou ônibus. As principais vias de acesso rodoviário são a BR-364 e a PR-182.

De Ônibus:
Linhas de transporte intermunicipal servem à cidade regularmente.

De Avião:
O aeroporto mais próximo fica em Toledo, a aproximadamente 55 km. A distância até Curitiba é de 600 km, em média.

■ MAPA DA REGIÃO