Home / Cidades do Brasil / Apucarana

Apucarana

Apucarana foi criada no auge do ciclo cafeeiro do Norte do Paraná, entre 1940 e 1960, Apucarana fica no espigão mais elevado de uma região acidentada e é uma das poucas cidades do mundo a ter em seu território a origem de três bacias hidrográficas – a do Tibagi, a do Pirapó e a do Ivaí.

O município está estrategicamente localizado em um entroncamento rodoferroviário e se constitui em corredor e ponto de apoio para o Mercosul.

Apucarana conta com mais de 130 mil habitantes é uma das três mais importantes cidades em desenvolvimento no Norte do Estado, com uma área territorial de 555,395 km².

A forte presença da cultura japonesa, aliada ao clima favorável, proporcionou um belo visual para a cidade, com cerejeiras em ruas e praças, principalmente nos meses de inverno, quando florescem. Para comemorar a floração, a comunidade japonesa realiza a Festa da Cerejeira em junho, com danças típicas, exposições e apresentações.

Apucarana tem atrações para quem gosta de natureza, com cachoeiras e parques ambientais, que chamam atenção por sua diversidade de flora e fauna.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Parque Ecológico da Raposa
Localizado em área de 101 alqueires de terras, possui dois lagos, uma cascata artificial, dois lavadores de carros, vários quiosques, playground e uma reserva florestal de 44,53 alqueires. É considerado um patrimônio de Apucarana e um exemplo de respeito à natureza, pois é uma área de conservação e preservação ambiental.

# 2 Lago Jaboti
Possui uma área de 230,8 mil m², com arborização e infraestrutura. Conta com campo de futebol, canchas para jogo de bocha e para vôlei de areia. Tem ainda playground, salão de eventos, sanitários, lanchonete, pista de cooper e telefone público.

# 3 Monumento ao Boné
Em comemoração ao Dia Municipal do Boné, foi entregue, em 31 de janeiro de 2008, o “Monumento ao Boné”. Ocupa área na Avenida Zilda Seixas Amaral, na altura do viaduto, e tem por objetivo divulgar um dos maiores potenciais do município, que é a produção desse acessório. Apucarana é conhecida como a Capital do Boné e o monumento, moldado em concreto por um artista plástico, é, segundo registro, o maior confeccionado até hoje no mundo. O monumento foi construído a partir da estrutura em tecido que, durante a Expo Boné 2006, “vestiu” a cabeça de mais de 340 pessoas. Localização: Entrada de Apucarana – Contorno Norte.

# 4 Parque Ecológico Santo Expedito
Aproveitando as belezas naturais, o clima e a posição geográfica do município, Apucarana transformou um local de erosão em um parque temático religioso. Trata-se do projeto de recuperação e preservação da nascente do Córrego Jaboti, que culminou no Parque Ecológico Santo Expedito. Desde meados de 2004, todos os dias 19 de cada mês, centenas de fiéis de Apucarana e região participam da missa em homenagem ao santo. O parque é o marco inicial de implementação do “Caminho das Águas: Circuito da Fé”, que visa a unir religiosidade e meio ambiente de forma harmônica.

# 5 Catedral Nossa Senhora de Lourdes
O principal símbolo de Apucarana é a Catedral Nossa Senhora de Lourdes. Localizada na Praça Rui Barbosa, coração da cidade, foi construída em estilo romano e, além de abrigar a estátua de Nossa Senhora de Lourdes (padroeira da cidade), tem sua beleza ressaltada por um gigantesco relógio, doado pela colônia japonesa. Em 11 de fevereiro, uma grandiosa missa é promovida em comemoração ao Dia da Padroeira.

# 6 Santuário São José
Reconhecida e respeitada em todo o Paraná por sua tradicional devoção católica, a cidade de Apucarana tem o privilégio de ser a sede do primeiro e único Santuário de São José no país. Instalado oficialmente em 2001, tem atraído milhares de fiéis. O maior número de devotos é registrado em março, quando é realizada a Festa de São José, padroeiro dos artesãos. A rotina da cidade é quebrada com muita alegria e religiosidade. Durante os dias de festa, os devotos conhecem mais sobre São José. Missas temáticas, pregações, livros e filmes ajudam a contar a vida do santo. O evento já se constitui em um marco em matéria de turismo religioso em todo o Brasil.

# 7 Feira do Artesanato
Simultaneamente à Festa de São José, artesões de vários pontos do Paraná e do país reúnem-se na Feira do Artesanato. Além de comercializar suas obras, muitos ainda ministram cursos de artesanato religioso, o que, ao mesmo tempo em que democratiza a arte, evangeliza turistas e população local. Moldando com responsabilidade o trinômio Religiosidade, Artesanato e Ecologia, Apucarana segue firme em busca da concretização de seus objetivos turísticos.

# 8 Parque da Redenção
O parque tem uma área de aproximadamente 60 mil m², localizado na comunidade rural do Barreiro. É um convite a todos os cristãos a vivenciarem a Via Sacra de Jesus, que é retratada por esculturas gigantes de personagens bíblicos.

O Parque da Redenção é formado por 96 personagens bíblicos, esculpidos em tamanho gigante pelo artista plástico cearense Gilberto Gomes Moura. As obras retratam a vida pública de Jesus, ao mostrar seu nascimento e batismo, o Sermão no Monte das Oliveiras, a Santa Ceia, sua morte e ressurreição. Um verdadeiro circuito da Fé Ecumênica.

Para acolhimento dos visitantes, além do fácil acesso, o local conta com um centro com lanchonete, banheiros e estacionamento para carros e ônibus. A entrada é gratuita e o espaço fica aberto diariamente.

# 9 Cine Teatro Fênix
Com 492 lugares, o Cine Teatro Fênix é o principal palco cultural de Apucarana. Sob administração municipal, foi a maior sala de cinema da cidade entre as décadas de 1960 e 1990. No início dos anos 2000, foi totalmente revitalizado, dentro de um programa estadual “Velho Cinema Novo”. Trata-se de um centro cultural que recebe eventos de porte e apresentações de teatro, balé e música, além de cerimônias oficiais de formatura das diversas escolas de nível médio, pós-médio e superior da cidade.

# 10 Museu Histórico do Café
Mantido pela Secretaria da Promoção Artística, Cultural e Turística da Prefeitura de Apucarana (Promatur), o Museu Histórico do Café foi inaugurado em 2012 e consiste da revitalização do prédio da antiga estação ferroviária do Distrito de Pirapó. O equipamento retrata a história da produção do grão, conhecido como “ouro verde” na região Norte do Paraná, por meio de um vasto acervo de peças que pertenciam a pioneiros e a descendentes de pioneiros apucaranenses. O projeto, desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), credenciou a cessão do imóvel pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O terreno do complexo abrange uma área de 17.902,37 m².

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Rodovia BR-376.
Distância de Curitiba: 366 km.

De Ônibus:
n/d

De Avião: 
n/d

■ MAPA DA REGIÃO