Home / Cidades do Brasil / Campo Maior
Foto: Divulgação / Pref. Mun. de Campo Maior

Campo Maior

Campo Maior é uma cidade repleta de encantos. Na história, seu nome está gravado pela Batalha do Jenipapo. A natureza deu ao município os mais belos campos repletos de carnaubais, o Açude Grande, a Serra de Santo Antônio.

Com aproximadamente 50 mil habitantes e localizada a 86 Km da capital Teresina, na cultura, guarda os mais importantes momentos da história do Piauí. Sua culinária é invejável com a Carne de Sol mais gostosa do Brasil. Na religiosidade, atrai milhares de fiéis nas festividades do padroeiro Santo Antônio. É cidade aconchegante e hospitaleira.

Campo Maior se destaca pelas suas potencialidades nas áreas da gastronomia, história, religiosidade, cultura e pela presença marcante da Carnaúba, que lhe rendeu o apelido de “Terra dos Carnaubais“. É impossível falar de Campo Maior e não falar da sua culinária. A cidade é conhecida nacionalmente como A Terra da Carne de Sol, marca registrada e um dos seus principais cartões de visita, ao qual ninguém resiste ao sabor.

A cidade conta também com diversos pontos turísticos que resgatam a história e enaltecem as belezas naturais como: o Açude Grande que encanta a todos que passam pela cidade, o Monumento do Jenipapo, o Museu do Couro, o Memorial Monsenhor Mateus, a Catedral de Santo Antônio, a Barragem dos Corredores, a Serra de Santo Antônio e muitos outros.

Além das riquezas históricas, das belezas naturais e da ótima culinária, nos últimos anos Campo Maior vem se destacando pelo seu rico calendário cultural, se consolidando como uma cidade de grandes eventos.

  • Festival Gastronômico Sabor Maior
    O Festival Gastronômico Sabor Maior, que já está consolidado no calendário do Estado, acontece com o objetivo de valorizar a culinária campomaiorense e fortalecer o turismo local. Realizado desde o ano de 2009, o evento atrai um grande número de turistas que vêm de várias cidades do país. O evento acontece entre os meses de outubro e novembro.
  • Feira Estadual de Artesanato dos Carnaubais – Amorarte
    Feira Estadual de Artesanato dos Carnaubais – Amorarte, é evento que conta com a participação de diversos municípios da região e reúne artesanato, cultura e empreendedorismo. A feira integra a programação do aniversário da cidade no mês de agosto.
  • Festejo do Glorioso Santo Antônio
    O Festejo do Glorioso Santo Antônio, tradicional festa religiosa considerada uma das maiores do país. O evento que homenageia o padroeiro da cidade, Santo Antônio, conta com uma vasta programação religiosa e cultural, que atrai anualmente milhares de pessoas. A festa acontece de 31 de maio a 13 de junho.

■ PONTOS TURÍSTICOS

# 1 Açude Grande

Foto: Divulgação / Pref. Mun. de Campo Maior

Localizada na parte central da cidade à beira da BR que a corta Campo Maior. Em suas margens são local ideal para a pratica de corridas, também é possível passear pedalinhos no açude. O açude se trata de uma imensa lagoa bem no meio da cidade, encanta os visitantes pelo entorno circuncidado por belas carnaubeiras, árvores típicas da região. No local funciona o Iate Clube de Campo Maior.

# 2 Estádio Deusdeth Melo
Estádio municipal que possui um sistema de irrigação. Possui iluminação a fim de que haja jogos à noite, Apesar da estrutura deteriorada, é um local que remete o valor da cultura futebolística da cidade de da cidade.

# 3 Barragem Do Surubim
Barragem de tamanho pequeno que represa o rio Surubim e forma um balneário onde é possível se banhar em suas águas, não possui infra-estrutura para alimentos e bebidas. Lugar perfeito para se refrescar num final de semana.

# 1 Monumento dos Heróis do Jenipapo

Foto: Divulgação / Pref. Mun. de Campo Maior

Um dos monumentos mais importantes do Piauí. Local da única batalha sangrenta da independência do Brasil. A Batalha do Jenipapo ocorreu às margens do riacho de mesmo nome no dia 13 de março de 1823, a qual foi decisiva para a Independência do Brasil e consolidação do território nacional. Consistiu na luta de piauienses, maranhenses e cearenses contra as tropas do Major João José da Cunha Fidié, que era o comandante das tropas portuguesas, encarregadas de manter o norte da ex-colônia fiel à Coroa Portuguesa. Ressalta-se que os brasileiros lutaram com instrumentos simples, não com armas de guerra, não tinham experiência; ou seja, mesmo sabendo da condição de luta, eles partiram para o combate. Perderam a batalha, mas fizeram com que a tropa desviasse seu destino. Caso o Major continuasse a marchar para Oeiras, então capital, talvez não encontrasse resistência e cumpriria com seu objetivo. Foi uma das mais marcantes e sangrentas Batalhas travadas na guerra da independência do Brasil.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
nd

De Ônibus:
nd

De Avião:
nd

■ MAPA DA REGIÃO