Home / Notícias / Santo Ângelo (RS) estuda criar roteiro para fortalecer turismo religioso no interior do RS

Santo Ângelo (RS) estuda criar roteiro para fortalecer turismo religioso no interior do RS

Cidade também se prepara para a 19ª Fenamilho, evento que congrega negócios, turismo e cultura e deve movimentar cerca de R$ 100 milhões

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, recebeu nesta quinta-feira (21) o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e uma comitiva de Santo Ângelo (RS), integrada pelo prefeito e vice-prefeito da cidade, Jacques Barbosa e Bruno Hesse, além de secretários municipais e vereadores. O grupo discutiu medidas para potencializar o turismo religioso na cidade e na região, e colocar a ‘Capital das Missões’ no portfólio de divulgação do turismo nacional.

O objetivo é planejar novas ações de infraestrutura turística, com o apoio do Ministério do Turismo, e ampliar as ligações aéreas do aeroporto municipal com outros destinos brasileiros para lançar no mercado um roteiro de atrativos da cidade, integrado à rota que conta a história das Missões Jesuíticas na região.

O ministro Marcelo Antônio reforçou o apoio da Pasta para ajudar a desenvolver o turismo como vetor econômico do município. “Em uma terra que respira cultura e história, a base para se criar destinos turísticos de excelência está pronta. Mas é preciso mais, temos que pensar o setor de forma estratégica. E vejo que Santo Ângelo está no caminho certo porque envolve a comunidade toda no desafio de promover um produto turístico de qualidade”, avaliou.

O vice-prefeito e presidente da 19ª Fenamilho – Feira Nacional do Milho, Bruno Hesse, também entregou o convite oficial do evento ao ministro, que falou sobre seu interesse em participar do evento e aproveitar para conhecer os atrativos locais. De 27 de abril a 5 de maio, a feira transforma Santo Ângelo em um centro estadual de negócios, cultura e turismo. Durante nove dias, a cidade recebe, em número de visitantes, mais que o dobro dos seus 78 mil habitantes e movimenta cerca de R$ 100 milhões em vendas.

A feira contará, pela segunda vez, com um encontro setorial de Turismo em sua programação, onde deve reunir também representantes do Paraguai e Argentina, países parceiros na Rota Missões. O ministro Osmar Terra agradeceu o apoio da Pasta e destacou que “com o apoio do ministro, o potencial do turismo religioso na região vai ser convertido em atividade econômica, geração de empregos e renda”, firmou.

Fonte: AScom / Min. do Turismo