Home / Notícias / Museu de Inhotim reabre com homenagem às vítimas de Brumadinho

Museu de Inhotim reabre com homenagem às vítimas de Brumadinho

Após duas semanas do rompimento da barragem em Brumadinho, Minas Gerais, o instituto Inhotim, um dos maiores museus de arte contemporânea do mundo, planeja a volta de suas atividades. A reabertura será neste sábado (09), com entrada de graça.

O Instituto fará uma homenagem às vítimas da tragédia. Quem estiver no local, será convidado a fazer um minuto de silêncio logo após o museu abrir as portas, às 9h30 da manhã. A visitação vai até as 5 e meia da tarde.

O diretor executivo do Inhotim, Antonio Grassi, explicou que a entrada gratuita simboliza que Inhotim está de portas abertas para a comunidade nesse momento de dor.

A lama da barragem não chegou a atingir o Museu, mas de acordo com o diretor abalou profundamente a equipe. Dos aproximadamente 600 funcionários do Instituto, 80% moram na região e 41 têm familiares desaparecidos ou com óbito confirmado.

Inhotim é um museu ao ar livre e tem uma coleção de obras de relevância internacional de artistas brasileiros e estrangeiros. Nos 140 hectares disponíveis para visitação, o público encontra 23 grandes galerias e 23 obras de grande escala, distribuídas em todo o parque. Ele é um dos principais destinos turísticos e culturais do estado. Mais de três milhões de visitantes, sendo 400 mil de outros países, já passaram pelo local.

As buscas em Brumadinho completam hoje 14 dias. De acordo com o último boletim divulgado pelo corpo de bombeiros, 182 pessoas estão desaparecidas e 157 óbitos foram confirmados. Desse total, 134 vítimas foram identificadas.

Fonte: EBC Agência Brasil