Home / Notícias / Expoflora movimenta R$ 70 milhões com turismo em Holambra neste ano

Expoflora movimenta R$ 70 milhões com turismo em Holambra neste ano

Secretaria de Turismo do Estado realizou pesquisa inédita para medir o impacto econômico da 38ª edição do evento

Realizada entre 30 de agosto e 29 de setembro, a 38ª edição da Expoflora de Holambra gerou movimentação de cerca de R$ 70 milhões com o turismo em 2019. A informação está presente na pesquisa inédita realizada pela Secretaria de Turismo do Estado para mensurar o impacto econômico do evento.

O público da festa neste ano foi de 340 mil pessoas. De acordo com o levantamento, 98% desse total foram para Holambra especialmente em razão da Expoflora. Os visitantes se deslocaram, principalmente, a partir das seguintes cidades: Campinas (25,3%), São Paulo (24,3%), Jaguariúna (11,9%), Limeira (5,7%), Sumaré (3,8%), Paulínia (3,6%), Americana (3,5%).

Em relação ao impacto no turismo, a permanência média foi de dois dias, com os seguintes gastos médios individuais no município durante todo o evento: R$ 197 (excursionistas) e R$ 527 (turistas).

“Essa pesquisa é importante porque contribui para subsidiar um planejamento e um trabalho melhor, não apenas para a promoção da festa, mas para o turismo como um todo. O setor cresceu 7,7% no primeiro semestre deste ano em São Paulo”, enfatiza o secretário de Turismo do Estado, Vinicius Lummertz.

Perfis

O perfil dos visitantes da Expoflora mostra quem se interessa por esse evento de flores e paisagismo: a idade média é de 52 anos, com um público feminino de 52,6%. Com renda média de R$ 1.875 a R$ 3.748 (27,9%), possuem curso superior completo 51,9% e 75,3% dos visitantes chegaram a Holambra de carro.

A nota média dada pelos participantes ao evento foi 9,3. De acordo com as pesquisas, 3,3% realizaram outras atividades na cidade, como visita a parques e áreas verdes e passeios turísticos. Apenas 1,9% dos turistas pretendiam estender a permanência na cidade após participar do evento para realizar outras atividades turísticas.

“A pesquisa é fundamental para a coleta de informações e dados que nos permitirão trabalhar o desenvolvimento turístico de Holambra e região de forma consciente, eficiente e programada”, salienta o prefeito de Holambra, Fernando Fiori de Godoy.

“Conhecer o cenário é fator essencial para uma gestão mais assertiva e que assegure os avanços que estamos buscando. Holambra é uma referência para o turismo do Estado e estou certo de que podemos fazer ainda mais”, completa.

Vale destacar que Holambra é uma estância oriunda de uma antiga colônia holandesa com um pouco mais de 13 mil habitantes. Já na 38ª edição, a Expoflora é considerada a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina.

Fonte: AScom / Gov. do Estado de São Paulo