Home / Notícias / Curso desperta interesse pelo turismo em jovens cariocas

Curso desperta interesse pelo turismo em jovens cariocas

Técnico em Guia de Turismo é um dos cursos gratuitos oferecidos ao público a partir de articulação do Ministério do Turismo com entidades públicas


Kennedy, Thaynara, Maria Clara e Kamila são adolescentes do Rio de Janeiro, estudantes do ensino médio na rede pública e frequentam a mesma turma do curso técnico de Guia de Turismo do MedioTec, iniciativa do governo federal para qualificar jovens brasileiros. As coincidências, no entanto, não param por aí. A partir da experiência que vêm adquirindo no curso, os quatro jovens cariocas apostam na possibilidade de garantir, no futuro, um lugar no mercado de trabalho do turismoThaynara Antão, por exemplo, não desanima com as quase quatro horas gastas diariamente para fazer o percurso de ida e volta entre São Gonçalo, município da região metropolitana do Rio de Janeiro, e Ipanema, na zona sul da cidade. Neste bairro turístico carioca fica a Unidade de Ensino de Ipanema, executora dos cursos ofertados pela Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro (Faetec), parceira do Ministério do Turismo na oferta do curso de Guia de Turismo/ MedioTec. “Já trabalho com meu pai na agência virtual de turismo e acho que o curso vai ampliar meus conhecimentos sobre o mercado e contribuir para que no futuro eu tenha minha própria agência”, comenta a estudante.

Depois de estimulado pela mãe, que o matriculou no curso na Faetec, Kennedy Florêncio Rosa, 18 anos, passou a pensar no trabalho como guia de turismo. Inspiração não falta, já que, pela manhã, ele vende cachorros-quentes na Praça Mauá, que revitalizada e adornada pelo Museu do Amanhã passou a ser um dos pontos turísticos mais visitados do Rio. Outro estímulo para o menino que sonhava ser jogador de basquete foi atuar como recepcionista no evento Rio 360º, promovido em novembro pela Faetec e utilizado como uma espécie de aula prática para os alunos deste e outros cursos relacionados ao turismo na entidade. “Gosto muito das aulas de inglês e espanhol; francês estou achando mais difícil, mas é importante sabermos vários idiomas para atender os turistas estrangeiros”, diz Kennedy, que deve concluir o curso no prazo regulamentar de 1 ano e meio.

Kamila Sapucaia e Maria Clara Nunes, ambas com 16 anos, compartilham os sonhos com os demais colegas de curso. A primeira pretende atuar como Guia de Turismo e a outra quer cursar faculdade de Turismo e trabalhar como comissária de bordo. Fundamentos do Turismo, Turismo e Memória Cultural, Mercado Turístico e as lições de idiomas foram algumas das disciplinas citadas por elas como as preferidas da grade curricular. A informação sobre a abertura de inscrições para o curso chegou por meio da escola onde as adolescentes fazem o ensino médio regular, um pré-requisito para ingresso no MedioTec, que é uma modalidade do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

“Tivemos a oportunidade de visitar as instituições parceiras dos ministérios do Turismo e da Educação na execução do MedioTec em vários estados, inclusive no Rio de Janeiro, e verificar in loco como está o andamento dos cursos. Foi muito importante saber que os alunos estão comprometidos e estimulados a prosseguir na área de turismo, pois o setor carece de mão de obra especializada”, avalia a coordenadora geral do Qualificação do MTur, Neuza Portugal, referindo-se ao monitoramento realizado nas últimas semanas pelo MTur em seis estados brasileiros.

Para a coordenadora do Pronatec na rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, Rogéria de Almeida, o projeto de formação técnica se reveste de maior importância pois atende principalmente comunidades carentes do Rio de Janeiro, principal destino de lazer do país. “Estamos oferecendo a esses jovens a oportunidade de terem uma carreira profissional. Temos 49 unidades que oferecem cursos técnicos, duas delas com oferta para áreas relacionadas ao turismo”, pontua

As parcerias, na avaliação do MTur, têm sido fundamentais para as iniciativas de qualificação no Turismo. A Faetec, por exemplo, que é um caso de sucesso nesta integração do público com o privado, vem se movimentando para encaminhar os jovens que forma, boa parte das comunidades do Cantagalo e Pavão- Pavãozinho, para o mercado de trabalho. Parcerias foram firmadas com a Associação da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH/RJ) e o Rio Convention e Visitors Bureau (RIOCVB) para ceder egressos dos seus cursos e também qualificar profissionais dessas entidades.

Segundo o coordenador de cursos na unidade Faetec/Ipanema, Rogério Romeiro, está em negociação, no momento, a participação dos estudantes da entidade nas atividades do Rock in Rio 2019.

Fonte: ASCOM / Min. do Turismo