Home / Notícias / Ceará é referência mundial para praticantes dos esportes náuticos
Foto: Divulgação

Ceará é referência mundial para praticantes dos esportes náuticos

Ceará é referência mundial para praticantes dos esportes náuticos

Pesquisa revela 10,3% dos turistas no Ceará a passeio em 2018 classificaram o turismo de esporte/aventura como fator motivador da viagem, 70% praticantes de kitesurf

Maior porta de entrada de turistas estrangeiros do Nordeste, o Ceará se consolida cada vez mais também como o melhor destino do Brasil para os esportes radicais. Com litoral privilegiado, ventos fortes e constantes, muito sol e temperatura da água ideal, o Estado se tornou referência mundial para praticantes dos esportes náuticos, em especial o kitesurf. Destinos como Cumbuco, Jericoacoara e Aquiraz convivem cada vez mais com diferentes nacionalidades, idiomas e costumes, tendo no turismo de esportes radicais um impulsionador da economia local.

No último domingo (22), o Ceará reforçou sua fama ao quebrar o recorde do Guinness World com 596 kitesurfistas no mar do Cumbuco, percorrendo, ao mesmo tempo, uma distância de 2 quilômetros. A marca superou o antigo recorde, que era de 423 pessoas, em Hayling Island, no sul da Inglaterra.

O meteorologista David Ferran, da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), explica que essas condições privilegiadas estão concentradas principalmente no segundo semestre. “Estamos na região dos ventos alísios, que têm a característica de serem bastante constantes, tanto na frequência, como na intensidade. As rajadas variam entre 15 e 25 nós. Outras regiões como Havaí e Caribe também são atingidas por esses ventos, mas nós temos também a vantagem de termos praias longas e pouco frequentadas, além de não termos ocorrência de ataques de tubarão”.

Ele ressalta que o turista, diante dessas vantagens, consegue se programar com bastante antecedência e não corre riscos de encontrar um cenário diferente. “Se eu quiser marcar uma viagem para daqui a 50 anos em novembro, é muito provável que eu encontre as mesmas condições. Dessa forma, o visitante consegue se programar, se planejar com uma certa antecedência e não terá surpresas”.

Além das excelentes condições naturais, o Ceará tem em seus 573 quilômetros de praia, boa infraestrutura de acesso (malha aérea e rodoviária), opções de hospedagem simples a luxuosas, além de um entorno que se desenvolve a cada dia, com mais profissionais e equipamentos de ponta. São pelo menos 33 pontos catalogados pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur) com infraestrutura e condições climáticas ideais para o kite ao longo da orla cearense.

De acordo com pesquisa realizada pela Setur, 10,3% dos turistas que chegaram ao Ceará a passeio em 2018 classificaram o turismo de esporte/aventura como fator motivador da viagem. Destes, 70% se identificaram como praticantes de kitesurf, um total que chega a quase 170 mil turistas/ano. As praias mais procuradas são Cumbuco, Paracuru, Jericoacoara, Canoa Quebrada e Porto das Dunas.

Porta de entrada
De agosto a novembro, a expectativa é que cheguem ao Estado 156,4 mil turistas estrangeiros, número 12% maior se comparado ao mesmo período do ano passado, quando o Ceará recebeu 139,6 mil visitantes de fora do País. A curva crescente no turismo vem desde o ano passado, quando os novos voos internacionais do hub da Air France/KLM/GOL e da Latam tiveram início. O número de estrangeiros dobrou desde o início dos novos voos.

Fonte: Gov. do Estado do Ceará