Home / Amazonas / Jutaí

Jutaí

Jutaí, a terra da fartura de recursos naturais. O município com cerca de 16 mil habitantes, está a 954 km de distância da capital. Longe de ser uma das cidades mais conhecidas do estado, Jutaí passou a ter projeção regional por conta da “Festival da Sardinha”, realizado anualmente.

O município é um dos mais recentes criados. Em 1955, Jutaí era desmembrada de Fonte Boa (município vizinho), de acordo com a lei estadual nº 96 daquele ano.

■ PONTOS TURÍSTICOS

Estação Ecológica de Jutaí-Solimões
A estação Jutaí-Solimões fica no Amazonas e inclui o que talvez seja o maior bosque de palmeiras do mundo. São 30 mil hectares só de palmeiras buritis, aquelas palmeiras muito bonitas, altas, com folhas largas, que crescem em brejos. Até hoje ninguém conseguiu entrar lá, porque a pessoa atolaria no brejo e não conseguiria abrir caminho pelas palmeiras, que são muitas.

A Estação Ecológica de Jutaí-Solimões, com área aproximada de 288.187,3775 ha, localizada no Estado do Amazonas, foi criada com o objetivo de preservar a natureza e de realização de pesquisas científicas, situando-se entre os Rios Jutaí e Solimões.

O acesso é feito basicamente por via fluvial, através dos rios Solimões e Jutaí. A extração de madeira às margens dos rios da região, a pesca predatória e o desmatamento desordenado constituem as principais ameaças à integridade do ecossistema da unidade.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
nd

De Ônibus:
nd

De Barco:
Para fora da sede o transporte mais comum são as canoas com motores de popa e para outros lugares navega-se em barcos recreios de linha Manaus-Tabatinga, Manaus-Jutaí ou Tefé-Jutaí e, recentemente, com serviços de motores a jato.

De Avião:
Para utilizar o transporte aéreo é necessário deslocar-se até Fonte Boa ou Tefé para e então tomar avião para Manaus ou outros lugares, sendo há uma pequena pista de terra batida para pequenas aeronaves de monomotor.

■ MAPA DA REGIÃO