Home / Amazonas / Japurá
Foto: Divulgação / ICMBIO

Japurá

Japurá está sediada a 952 km da capital Manaus. Sua maior fonte de renda é a agricultura e pesca. A cidade tem muito a oferecer em se tratando de ecoturismo em seus límpidos rios e florestas. Os principais acidentes geográficos são os rios Japurá, Puruê, Apaporis, Acanauí e o Paraná, onde são desenvolvidos o turismo, principalmente os ligados também ao de aventuras pela facilidade de contato com a Floresta Amazônica.

Japurá foi habitada por numerosa tribo de índios, estando, hoje, quase deserto. Em 1864, o presidente da Província Amazonas, Adolpho Barros, dizia que, à vista do que tinha sido, Japurá estava lamentavelmente despovoado. Da foz deste rio à boca do Apapóris existiam 12 choupanas com 70 índios, entre eles muitos Miranhas. Não se via mais um Passé ou Xomana, só algumas relíquias das nações Jury e Cueretu. Os Macus vagavam entre o Japurá e o Negro.

■ PONTOS TURÍSTICOS

Rio Japurá
O município recebe esse nome devido ao rio Japurá, afluente do rio Solimões e um dos mais importantes rios do estado. O rio Japurá atravessa todo o território do município de um extremo ao outro, apresentando uma largura de 2 quilômetros. Suas águas são límpidas, contrastando com as do rio Solimões, que se apresentam de maneira barrenta.

Estação Ecológica Juami-Japurá
A área protegida está localizada no estado do Amazonas, na margem direita do rio Japurá, no município de Japurá. Está aproximadamente a 400 Km da cidade de Tefé. A UC foi criada para a preservação de uma amostra representativa do interflúvio Içá-Japurá (afluentes do solimões) e abarca toda a Bacia Hidrográfica do Rio Juami.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
nd

De Ônibus:
nd

De Barco:
n/d

De Avião:
nd

■ MAPA DA REGIÃO