Bonito

Bonito é um município sul-mato-grossense com cerca de 17.000 habitantes, distante 330 km de Campo Grande, capital do estado. Está inserida na Serra da Bodoquena que é um maciço rochoso calcário elevado onde as águas infiltram e ressurgem na planície, formando os olhos d’água e os rios de águas límpidas e transparentes e onde foi criado o Parque Nacional da Serra da Bodoquena uma área de 77.232,00 (ha) e com sede no município. É a principal cidade turística da região, sendo o turismo a principal atividade econômica, além de estar em constante evolução buscando a interferência mínima na natureza.

O que se encontra nos arredores desta simpática cidade são atrativos naturais dos mais diversos. Rios de águas límpidas, cachoeiras em meio aos bosques, cavernas, dentre outras raras paisagens de grande beleza cênica e grande relevância ecológica.

Um fator que torna Bonito no Mato Grosso do Sul diferente de muitas regiões do Brasil são as rochas calcárias que existem na região, o que proporciona a existência de rios subterrâneos, sumidouros e ressurgências. O calcário também torna as águas de nossos rios cristalinas e transparentes, contribuindo para precipitar partículas em suspensão para o fundo dos leitos o que torna a água extremamente transparente.

■ PONTOS TURÍSTICOS

A região surpreende pelos seus rios de águas cristalinas, grutas e quedas de água que atraiem turistas do mundo inteiro. As actividades praticadas podem ser as mais diversas, como: mergulho, veredas, observação da fauna e da flora, cavalgadas, arvorismo, rappel, flutuação, entre outras. Modelo de organização e de sustentabilidade turística, Bonito adoptou uma política que visa preservar o meio ambiente. Os visitantes só podem conhecer os seus atractivos naturais acompanhados por guias registados. Para evitar impactos negativos à Natureza, estabeleceu-se um número máximo diário de turistas que podem visitar cada ponto de atracção. Os atractivos duram, geralmente, entre meio-dia e um dia inteiro e em fazendas onde os turistas podem também degustar a gastronomia regional.

Balneário Municipal balneariomunicipal
As águas cristalinas do Rio Formoso permitem uma visão nítida de peixes de cores e tamanhos variados. Dispõe de sanitários, quadra de vôlei de areia, lanchonetes e sorveteria. Observação: Não é necessário acompanhamento de guia de turismo local.

Balneário do Sol balneariodosol
Localizado às margens do Rio Formoso, oferece a possibilidade de nadar na piscina naturais ou no próprio rio, entre as piraputangas, curimbas e dourados, com lindas cachoeiras fazendo parte do cenário.

Praia da Figueira praiadafigueira
Uma antiga área de extração de calcário deu origem a uma lagoa de água corrente e uma extensa praia com coqueiros e areia branca. O lugar perfeito para você descansar e se divertir nadando, mergulhando e saboreando deliciosos aperitivos, servidos nos quiosques que existem na praia. Uma lagoa cristalina de água corrente, com mais de 60.000m2 de águas cristalinas.

■ CACHOEIRAS
Cachoeiras do Rio do Peixe cachoeirasdoriodopeixe
Localizado na Fazenda Água Viva, ali se constitui um dos mais belos e paradisíacos cenários naturais da região. Rios de águas límpidas, cachoeiras ornamentais, inúmeras piscinas naturais, uma fauna atraente com macacos, araras, tucanos, entre outros.

Estância Mimosa Ecoturismo estanciamimosaecoturismo
Aventure-se pela floresta do Rio Mimoso em meio a árvores centenárias e animais silvestres. São várias cachoeiras lhe convidando para se refrescar em suas piscinas naturais. Há também plataforma de salto, pequenas grutas, passarelas suspensas e trecho percorrido em barco a remo. Ao longo da trilha, você passará por diversos mirantes com visões panorâmicas da Serra da Bodoquena. Os grupos têm tamanho limitado e são sempre acompanhados por um guia especializado em atrativos naturais.

Boca da Onça bocadaonca
O passeio é composto de uma caminhada por trilha pela mata preservada, passando por cachoeiras cristalinas, pelo cênico Rio Salobra, por pontos de banhos em piscinas naturais e pela mais alta cachoeira do Estado: a Cachoeira Boca da Onça, com 156 metros de altura. Para os praticantes e apreciadores radicais, o rapel de 90 metros de altura é pura aventura. Uma plataforma de 34 metros de comprimento projeta-se no abismo proporcionando uma descida repleta de adrenalina pelo paredão com inúmeras grutas e um magnífico visual sobre o canyon do Rio Salobra.

Parque Nacional da Serra da Bodoquena
Protege cerca de 77.232,00 (ha), essa região colonizada há mais de um século, esta Serra se manteve na sua maioria bem conservada. Recomendações para criar o Parque surgiram desde a década de 80 e foi definida como área prioritária para a conservação da Biodiversidade do cerrado e pantanal.

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Para quem vem de Campo Grande, num percurso de 260 km, pela BR 060 passando por Sidrolândia, Nioaque, Guia Lopes da Laguna e Bonito. Vindo de São Paulo, via Presidente Prudente, entrando no Estado de Mato Grosso do Sul, até a primeira cidade do Estado, que é Bataguassu. Depois segue até o trevo de Nova Alvorada, em direção a Rio Brilhante, Maracajú, Guia Lopes da Laguna e Bonito.

De Ônibus:
A única linha de ônibus que faz o trajeto saindo de Campo Grande até Bonito é a Viação Cruzeiro do Sul.

De Avião:
O Aeroporto de Bonito fica localizado na Rodovia MS 178 a 13 km do centro de Bonito, distante 285 km de Campo Grande-MS. O aeroporto de Bonito recebe voos charter operados pela TAM e TRIP

■ MAPA DA REGIÃO

[mappress mapid=”37″]

Check Also

Aquidauana

O município de Aquidauana com aproximadamente 40.000 Habitantes é a porta de entrada do Pantanal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *