Jaboatão dos Guararapes

A cidade de Jaboatão dos Guararapes é uma das maiores cidades do Nordeste do Brasil, com 654 mil habitantes e possui sua principais atividades econômicas baseadas no turismo, comércio e indústria.

Jaboatão foi palco de um marco na história do Brasil, conhecida como a Batalhas dos Guararapes, onde exército da Holanda e os defensores do Império Português travaram uma sangrenta batalha que culminou no término das Invasões holandesas do Brasil em 1648.

O litoral é composto pelas praias de Piedade, Candeias e Barra de Jangada, manguezais, restinga e o Rio Jaboatão deseguando no oceano.

■ PONTOS TURÍSTICOS

Santuário Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora basilica
O Santuário Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora foi construído em 1915, pelo padre italiano Antônio Vellar, a pedido de Dom Bosco. Foi erguido sobre um monólito, uma grande pedra, medindo 36,50m de comprimento, 22m de largura e de aproximadamente 11 metros de altura, localizada no antigo Engenho Suassuna, hoje colônia dos Padres Salesianos. O Santuário é de estilo romântico com forma externa bizantina. No frontispício, encontra-se a imagem de Nossa Senhora Auxiliadora com 4m de altura, cuja forma, feita em gesso, foi reproduzida em cimento armado “in loco”.

No altar-mor existe um belo nicho onde está a imagem de Nossa Senhora Auxiliadora, que o Padre Antônio Vellar mandou confeccionar no Tirol, Áustria. O Santuário está vinculado à Basílica de São Pedro, no Vaticano, e concede às pessoas que o visitam as mesmas indulgências propiciadas pela Basílica Romana. Destaque para os quadros das estações da Via Sacra, ladeando o Santuário. Em 1918 deu-se a inauguração da escadaria com 52 degraus, que leva a gruta de Nossa Senhora de Lourdes, em baixo da pedra, na qual foi erguida a Basílica. Situa-se no alto do monte de onde se tem uma bela visão da mata e dos canaviais.

Igreja Nossa Senhora da Piedadeigrejanossasenhoradapiedade
A Igreja Nossa Senhora da Piedade data de 1683. Sua referência mais antiga está inscrita sobre o jazigo de Francisco Gomes Salgueiro – seu fundador, que doou a capela à Ordem Carmelita.

Sofreu várias reformas e melhoramentos ao longo da sua história. Seu estilo é maneirista. É uma construção em alvenaria de pedra, com anexo de um convento erguido no século XVIII. Encontra-se em regular estado de conservação, sendo tombada por lei municipal e em nível Federal. Situa-se à beira mar de Piedade tendo em seu entorno construções de edifícios altos, bares e restaurantes.

 

Igreja Nossa Senhora dos Prazeresigrejanossasenhoradosprazeres
Em regozijo pela vitória alcançada e “para perpertuar a memória e atestar a posterioridade, de que a vitória da Batalha de Guararapes fora devida ao eficaz auxílio da Mãe de Deus” o mestre-de-campo General Francisco Barreto de Meneses mandou construir, às suas custas, uma capelinha de pedra e cal, sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres, com 36 palmos de comprimento e 24 de largura e com a abóboda de tijolo.

A atual igreja é oriunda de três fases de construções distintas e cada uma delas foi sucessivamente aproveitada nas ampliações da primitiva capela que constitui hoje a capela-mor da atual. A primeira ampliação foi feita entre os anos de 1676 e 1680 com a construção da nave e dois altares laterias, o do Senhor Bom Jesus à esquerda e, a direita o da Senhora Santana. Em 1755 foram iniciadas novas reformas. Em 1801 foi colocada no fundo da nave uma cópia do grande painel histórico, representando aspectos da Batalha dos Guararapes. No altar-mor da Igreja repousam os restos mortais de André Vidal de Negreiros e João Fernandes Vieira, os heróis da Restauração Pernambucana. A Igreja foi tombada em 1937.
Situa-se no topo do Morro da Ferradura, tendo em seu entorno árvores frutíferas e um grande gramado. Chama atenção o belo cruzeiro em frente à igreja, todo ele em pedra e cal.

 

Parque Histórico Nacional dos Guararapes
Foi criado em 1971 e abrange uma área de 224,40 hectaparquehistoriconacionalres. No seu interior estão localizados os Montes Guararapes, tombados em 1965 pelo Presidente Castelo Branco, e palco de um dos mais importantes episódios da História do Brasil, as Batalhas dos Guararapes.

Os Montes Guararapes testemunharam a vitoriosa luta contra a dominação holandesa no Nordeste e, pela vez primeira, o surgimento da manifestação do sentimento de pátria pela união de portugueses, brasileiros, negros e índios contra o invasor do solo brasileiro.

Foram travadas duas batalhas, a primeira em 19 de abril de 1648 e a segunda em 19 de fevereiro de 1649, abrindo-se o caminho para a rendição definitiva do invasor e sua saída do Brasil em 1654, após assinatura da rendição na Campina do Taborda, em 26 de janeiro de 1654, pondo fim a 30 anos de guerra contra a Holanda.

 

■ PRAIAS
Praia de Barra de Jangada
Com extensão de aproximadamente 400m em praia quebrada, suas areias são finas e de tonalidade dourada, apresentando pequenos trechos de vegetação rasteira. Considerada regular para o banho, suas águas são pouco profundas com média intensidade de ondas na prea-mar e de marolas na baixa mar.praiadabarradejangada

Por ser uma praia localizada na foz do Rio Jaboatão, apresenta duas faces: uma voltada para o Oceano e outra voltada para a foz do rio. Sua ambiência é marcada ao norte pela Praia de Candeias e ao sul pela foz do Rio Jaboatão e pela Praia do Paiva, esta no Cabo de Santo Agostinho. Seu entorno é completado pela construção dos espigões para contensão da erosão. Com extensão de aproximadamente 400m em praia quebrada, suas areias são finas e de tonalidade dourada, apresentando pequenos trechos de vegetação rasteira. Considerada regular para o banho, suas águas são pouco profundas com média intensidade de ondas na prea-mar e de marolas na baixa mar. É pequena a intensidade da maré, apresentando um recuo de aproximadamente 15m. Observa-se a presença de bancos de areia e de ancoradouro natural para pequenas embarcações. Encontra-se em regular estado de preservação e limpeza. Existência de equipamentos e serviços: bares, restaurantes, marinas, pousadas, passeio de barco. A ocupação humana se dá através de bares e restaurantes. Presença de ambulantes.

Praia de Candeiaspraiadecandeias
Com extensão de aproximadamente 3km em praia de trechos quebrados e trechos ondulados, suas areias são finas e claras. A vegetação corrente é de coqueiros, que dominam os quintais e jardins das casas a beira mar.

Localizada entre Piedade, ao norte e Barra de Jangada, ao sul, a Praia de Candeias é marcada pela ocupação humana que chega até a sua orla. É possível avistar ao norte, a grande concentração urbana de Boa Viagem e, ao sul, o Cabo de Santo Agostinho. Com extensão de aproximadamente 3km em praia de trechos quebrados e trechos ondulados, suas areias são finas e claras. A vegetação ocorrente é de coqueiros, que dominam os quintais e jardins das casas a beira mar. Boa para o banho, suas águas são pouco profundas com média intensidade das ondas na prea-mar e de marolas na baixa-mar. Sua maré é de intensidade média apresentando um recuo de 30m aproximadamente. Observa-se a presença de arrecifes ao largo de pequenos trechos de praia. Há possibilidade de ancoragem para pequenas embarcações. Encontra-se em bom estado de preservação e limpeza apresentando trechos com erosão. Existência de equipamentos e serviços como bares, clubes, restaurantes, palhoças e ambulantes.

 

Praia de Piedadepraiadepiedade
Localizada entre a praia de Boa Viagem ao norte, em Recife, e a Praia de Candeias ao sul, sua ambiência é marcada pela ocupação humana que chega até a orla, exceto no seu trecho mais ao norte onde a orla está ocupada por áreas de lazer e a Avenida Beira Mar.

Localizada entre a praia de Boa Viagem ao norte, em Recife, e a Praia de Candeias ao sul, sua ambiência é marcada pela ocupação humana que chega até a orla, exceto no seu trecho mais ao norte onde a orla está ocupada por áreas de lazer e a Avenida Beira Mar. Complementa ainda sua ambiência a Igreja de Nossa Senhora de Piedade. Com extensão de aproximadamente 4,5km em praia quebrada e ondulada, sua vegetação é composta por coqueiros existentes nas residências da orla. Suas areias são finas e de tonalidade clara. Boa para o banho, apresenta média profundidade e intensidade de maré com um recuo de aproximadamente 50m. Suas ondas apresentam-se com média intensidade na prea-mar e baixa intensidade na baixa-mar. Trata-se de uma praia desprotegida pelos arrecifes. Apenas no seu trecho mais ao sul há ocorrência deles. Possibilidade de ancoragem para pequenas embarcações. Encontra-se em bom estado de preservação e limpeza, ocorrendo erosão em alguns trechos. Existência de equipamentos e serviços: bares, restaurantes, hotéis, boates, ambulantes (comércio informal).

 

■ COMO CHEGAR

De Carro:
Da capital do Recife acesso pela Av. Gen. Manoel Rabelo, trajeto com 18,7 km, em 33 min. ou pela BR-232, trajeto com 21,6 km, em 33 min.

Da capital do Rio de Janeiro acesso pela BR-101, trajeto com 2.348 km, em 28 horas.

De Ônibus:
Rodoviária Borborema
Rod BR 232, s/n km 15 Curado I – Jaboatão
Cidade: Jaboatão dos Guararapes / PE
Tel: (81) 3452-2859

De Avião:
Aeroporto Internacional do Recife / Guararapes-Gilberto Freyre
Endere̤o: Pra̤a Ministro Salgado Filho, s/n РImbiribeira РRecife РPE
CEP: 51210-902
Tel.: (81) 3322-4188

■ MAPA DA REGIÃO

Check Also

João Pessoa

Informações João Pessoa é a terceira cidade mais antiga do Brasil, à cidade possui uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *