Ilha do Mel

A ilha, parte do município de Paranaguá, é administrada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e possui um restrito programa de manejo. Não é permitida a tração animal ou a motor na ilha. Existem muitas áreas onde não é permitida a presença de visitantes. A ilha possui quatro pontos turísticos de destaque: Ao norte a Fortaleza, no centro Nova Brasília e o Farol das Conchas e ao Sul as Encantadas.

Dos seus 2.700 ha,apenas 200 têm permissão de uso – o restante é reserva ecológica (tombada pelo Patrimônio ilhadomel_mapaHistórico em 1975, é administrada pelo Instituto Ambiental do Paraná desde 1982). O turista dispõe de pousadas e pequenos restaurantes. A ilha tem cinco vilarejos: Fortaleza, Nova Brasília ou Brasília, Farol, Praia Grande e Encantadas. Não há ruas ou estradas, só trilhas. A implantação de geradores de energia elétrica, em 1988, deu início a atitudes que hoje se transformaram em preocupação pela preservação da ilha e sua principal atração: a natureza.

 

■ PONTOS TURÍSTICOS

Comunidade de Nova Brasília ou Brasília
Nova Brasília é o ponto de desembarque de passageiros que dirigem-se à parte norte da Ilha. Com relação à população local, concentra um grande número de nativos. No local existe um campo de futebol, mercearias, igrejas, bares, pousadas e restaurantes.

Comunidade do Farol
A localidade do Farol caracteriza-se por ter boa infra-estrutura turística, com muitos bares, pousadas e restaurantes. Grande parte destes estabelecimentos não pertence aos nativos. O Farol das Conchas, ponto de visitação turística, fica entre a praia chamada Paralelas e a Praia de Fora (ou das Conchas). No Farol situa-se o núcleo administrativo da Ilha, composto pelo escritório do IAP, centro de recepção e orientação ao turista, praça de animação, posto de saúde e um dos postos do Batalhão da Polícia Florestal, além de posto telefônico, posto da Companhia Paranaense de Energia Elétrica e escritório da Companhia de Água e Esgoto de Paranaguá. Ao sul da praia do Farol esta localizada a Praia Grande, localidade abrangida pelo perímetro da Área Especial. Esta área possui lotes com ocupação regularizada junto ao Departamento do Patrimônio da União.

Comunidade da Fortaleza
A Fortaleza é uma localidade onde a maior parte das casas pertence a veranistas, sendo de uso temporário. É um dos locais mais tranqüilos da Ilha, pois o movimento restringe-se a algumas pousadas e ao Hotel, localizado ao Sul da Fortaleza de Nossa Sra. dos Prazeres. O povoado é o menor da Ilha, porém recebe um grande número de turistas durante o dia (principalmente em época de verão), que visitam a Fortaleza. É onde situa-se o Morro da Baleia, única elevação em meio à grande planície que constitui a parte norte da Ilha do Mel.

Comunidade de Ponta Oeste
O povoado da Ponta Oeste, que chegou a ser o maior da Ilha do Mel há cerca de 15 anos atrás, abriga atualmente doze famílias que utilizam esporadicamente o local como ponto de pesca. A partir de 1980 os moradores da Ponta Oeste foram gradualmente abandonando a região. A maioria transferiu residência para Paranaguá ou para outros povoados da Ilha (principalmente Nova Brasília). As pessoas que continuam no local são em sua maioria famílias de antigos pescadores que ainda possuem suas casas nesta área.

Comunidade das Encantadas ou Prainhas
O povoado de Encantadas ou Prainhas, localizado na parte sul da Ilha, conta com um trapiche de 80 m para a aportagem de barcos.Nesta comunidade a população da Ilha encontra-se mais concentrada, devido ao grande número de moradores e o pequeno espaço disponível.Conta com uma farta infra-estrutura de bares, restaurantes, pousadas e campings, havendo também uma escola, um campo de futebol, telefone público e posto do Batalhão de Polícia Florestal.

Farol das Conchas
Mandado construir em 1870 pelo Barão de Cotegipe, durante o reinado do imperador D. Pedro II, o Farol, feito de ferro fundido, com uma altura de 18 metros, vindo de Glasgow – Escócia, orienta os navegantes através do seu piscar, desde 1º de abril de 1872. Localizado no alto do Morro das Conchas, pode ser avistado de quase todos os pontos da Ilha do Mel, da mesma forma que lá de cima se pode observar quase toda a Ilha do Mel e região. Uma escada com quase 140 degraus leva até o alto do morro.

Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeresfortaleza_ilhadomel
Único monumento militar do século XVIII existente no Paraná, instalado nos contrafortes do Morro da Baleia, erguido com paredes de um metro e meio de espessura, a Fortaleza foi concluída em 23 de abril de 1769. No alto do Morro da Baleia, junto à Fortaleza, estão canhões e trincheiras de pedras. É o chamado “Labirinto dos Canhões”. Há também, um mirante, com uma incrível vista panorâmica. Chega-se até lá por trilha no morro.

Gruta das Encantadasgrutadasencantadas
Fica situada na parte sul da Ilha e é um dos patrimônios naturais mais importantes da Ilha do Mel. No meio da Gruta, há uma rocha negra que corta o migmatito. Trata-se de um dique de diabásio.

A Gruta se formou pela ação do mar sobre o diabásio, que é menos resistente que o migmatito. Para facilitar o acesso, foi construída uma passarela que leva até a sua entrada.

Istmo
Localizado em Nova Brasília, o Istmo ou Passa-Passa (como é conhecido pelos locais), é a parte mais estreita da Ilha do Mel e sofre um processo de erosão desde 1930, porém atualmente, a água já não atravessa mais de um lado ao outro, como aconteceu em 1995. A largura hoje chega à 30 metros e somente nas grandes ressacas do mar, a água chega a atravessar.

Morro das Baleias
No Morro das Baleias está localizado um labirinto de canhões e um mirante, de onde se pode deslumbrar um dos mais belos visuais cênicos da Serra do Mar.

■ PRAIAS
Praia de Fora
A Praia de Fora é bastante freqüentada durante os finais de semana, atraindo muitos surfistas e visitantes. Localizado entre o Morro do Farol e Morro do Joaquim, tem aproximadamente 400 mts de extensão. Na praia existem diversas pedras e nas marés baixas surgem piscinas naturais que abrigam inúmeras espécies marinhas.

 

■ COMO CHEGAR

De Barco:
A passagem de Pontal do Paraná para a Ilha do Mel custa R$ 18,00 (dezoito reais). Neste preço está incluso a ida e a volta como também, a taxa para o município de Pontal do Paraná fazer a manutenção das vias de acesso ao Terminal de Embarque e R$ 3,00 (três reais) de Taxa de Visitação.A responsabilidade da travessia é da Associação dos Barqueiros do Litoral e os barcos partem de meia em meia hora na alta temporada, das 8h00 às 20h00.

■ MAPA DA REGIÃO

[mappress mapid=”16″]

Check Also

Cuiabá

Cuiabá, capital do estado brasileiro do Mato Grosso, está situado às margens do rio de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *