Produção de vinho estimula o turismo no país

Enoturismo é visto como oportunidade de agregar valor à bebida. Lançamento da programação do Dia do Vinho mostra a variedade de atrativos em três regiões brasileiras

Durante duas semanas, três regiões do país – Sul, Sudeste e Nordeste – estarão unidas para celebrar o vinho. Elaborada a partir da fermentação da uva, a bebida é uma das mais antigas do mundo e reúne uma legião de apaixonados pela apreciação de sabores que remetem a diferentes partes do mundo. Prova disso é que desde dezembro de 2003 foi instituído o Dia do Vinho, comemorado sempre no primeiro domingo de junho. Este ano serão mais de 200 atividades previstas e a programação completa será apresentada oficialmente na noite desta quarta-feira (03), em Santana do Livramento (RS).

O município foi escolhido como anfitrião para as comitivas que vão apresentar suas programações ao mercado, à imprensa e ao público em geral. Estarão presentes representantes do poder público e de empreendimentos privados da Campanha Gaúcha e ainda de 10 municípios da região Uva e Vinho (Serra Gaúcha), do Vale Central Gaúcho, de Porto Alegre, do Roteiro de São Roque (SP) e do Vale do São Francisco (na divisa entre Bahia e Pernambuco).

Entre 19 de maio e 04 de junho, os setores de vitivinícola, gastronômico e hoteleira – se movimentarão simultaneamente para oferecer atrativos especiais, descontos, promoções, jantares e almoços harmonizados, cursos de degustação, espetáculos artísticos e culturais e até eventos esportivos a visitantes e moradores de todas as regiões engajadas no Dia do Vinho.

“O Dia do Vinho impulsiona a economia nas regiões vitivinícolas de todo o Brasil e não apenas do Rio Grande do Sul, mas também Santa Catarina, São Paulo e Vale do São Francisco que já vem atraindo turistas que desejam conhecer mais sobre os vinhos brasileiros. Acredito que quanto mais fortalecemos o turismo nessas localidades, mais incentivamos toda essa cadeia de produção da bebida”, explicou Carlos Paviane, diretor de relações internacionais do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

ENOTURISMO – O Ministério do Turismo tem atuado para fortalecer o turismo motivado pela apreciação do sabor e aroma dos vinhos e das tradições e cultura das localidades que produzem a bebida. Em novembro de 2016, a Pasta promoveu, em Gramado (RS), um seminário de enoturismo que reuniu mais de 90 participantes – a grande maioria de vitivinicultores da região Sul.

“Nosso intuito é despertar os produtores para o fato de que é preciso agregar valor à produção do vinho e o turismo é uma forma de ampliar esse mercado de olhos também nos visitantes estrangeiros, principalmente o público asiático que é um importante consumidor deste segmento”, explica o diretor do Departamento de Ordenamento do Turismo, Rogério Coser.

Com mais de 1.100 vinícolas, do Rio Grande do Sul a Pernambuco, o enoturismo tem se tornado cada vez mais uma realidade e uma oportunidade de negócios no Brasil.

Por Lívia Nascimento / Ministério do Turismo

Check Also

Polenta Off Road: aventura nas Montanhas Capixabas

O final de maio será cheio de adrenalina na Região Turística das Montanhas Capixabas. Nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *