Turismo
 
          INÍCIO            DESTINOS NO BRASIL            SOBRE O BRASIL               DICAS DE VIAGEM
Turismo






Turismo no Brasil   >   Estado: Santa Catarina   >   Destino: São Joaquim


São Joaquim
Foto: Paulo Afonso / Pref. Mun. de São Joaquim

 Pontos Turísticos
■ PONTOS TURÍSTICOS
Festa Nacional da Maçã
Realizada entre o final de abril e início de maio, é uma tradição que existe há mais de 50 anos. A história remonta a 1952, com a realização da Exposição Agropecuária de São Joaquim. Em 1956, o nome foi mudado para Festa Municipal da Maçã. Naquela época, a produção da fruta na cidade era ainda artesanal, em baixa escala. Em 1978, o evento ganhou a denominação atual, Festa Nacional da Maçã, e contou com a presença do presidente Ernesto Geisel - tradição que se repetiu depois com João Figueiredo, José Sarney e Fernando Collor de Mello. No final dos anos 90, a festa deixou de ser realizada durante quatro anos, mas voltou com força total em 2001, atraindo 100 mil pessoas para os nove dias do evento.
Festa Nacional da Maçã
Foto: Secretaria Municipal de Turismo

Parque Nacional da Maçã
Com 214 mil m², o Parque José Candido Coral, é mais conhecido como Parque Nacional da Maçã por sediar anualmente a Festa Nacional da Maçã, possui área para camping, cancha de laço, pavilhões de exposição e palco para shows. No local são realizadas feiras e leilões agropecuários e a famosa Festa Nacional da Maçã. Fica a 2 km do Centro.

Praça João Ribeiro
Praça com árvores que congelam no inverno, transformando a praça em um bosque de gelo e Conjunto de Chafarizes que é uma experiência nova e única, que durante o dia acalma e desperta a curiosidade no tradicional lago que congela nas noites frias de inverno e a noite emociona com o conjunto de luzes que reflete o espírito acolhedor da cidade de São Joaquim. Fica também localizado o Estúdio de Inverno da RBS, que pode ser visitado diariamente.

Belvedere
Escadaria com vista panorâmica da cidade e dos verdes campos que a circundam. Observar o cenário leva a imaginar como a região deve ter sido no passado. As terras que deram origem a São Joaquim pertenciam, por volta de 1750, a fazendeiros gaúchos e paulistas. O povoado foi inicialmente batizado de Costa da Serra. Em 1873, foi elevado a freguesia com o nome de São Joaquim do Cruzeiro. Em 1887, o município foi desmembrado de Lages e passou a se chamar simplesmente São Joaquim.

Igreja Matriz São Joaquim
Localizada na Praça João Ribeiro, totalmente construída em pedra basalto, tirada dos morros próximos e trazida de carro-de-boi. Sua construção teve início em 1918 e foi inaugurada em 1935. Apresenta esculturas feitas por Elson Kiyotaka Outuki e Nelson Matias de profetas bíblicos e de Adão e Eva, na parte externa da igreja.
Igreja Matriz São Joaquim
Foto: Gov. do Estado de Santa Catarina

Snow Valley (Vale da Neve)
Um dos grandes atrativos de São Joaquim é o Snow Valley (Vale da Neve), com 2.700m de trilhas, passando por xaxins gigantes, cachoeiras (que normalmente congelam no inverno) e lagos, em 30 hectares de mata preservada. Dentro do parque existe um restaurante, área para camping, loja de artesanato e cabanas rústicas para pernoite. Vá preparado para o frio, mesmo durante o verão.
Snow Valley (Vale da Neve)
Foto: Gov. do Estado de Santa Catarina

Museu Histórico Municipal
Espaço Assis Chateaubriand. Retrospectiva de São Joaquim e acervo histórico. Exposições temáticas de resgate da memória do município. Museu ao ar livre, ciclo madeireiro, colonizadores e tropeirismo.

Parque Nacional de São Joaquim
O Parque Nacional de São Joaquim está situado na região sul, mais precisamente na região serrana do estado de Santa Catarina. Foi criado com à necessidade de proteção dos remanescentes de Matas de Araucárias, que se encontram dentro de seus 49.300 hectares. A região oferece uma paisagem magnífica. Os cartões-postais são a Pedra Furada e o Morro da Igreja. É possível fazer caminhadas passando pelas Matas de Araucárias, pelas nascentes de diversos rios, entre eles o rio Pelotas, que também é conhecida como nascente do Rio da Prata. Na região nordeste do Parque encontra-se as maiores altitudes, sendo o ponto máximo o Morro da Igreja, com 1.822 metros. No centro do Parque também há áreas bastante elevadas, com altitudes acima de 1.650 metros. Essa região do parque é denominada Campos de Santa Bárbara.
Parque Nacional de São Joaquim
Foto: Divulgação / ICMBIO