As paisagens e a biodiversidade da Chapada das Mesas

Foto: Banco de imagens/Embratur
Foto: Banco de imagens/Embratur

 

Localizado às margens do Rio Tocantins, o Parque Nacional da Chapada das Mesas foi criado em 2005 para preservar a biodiversidade dos biomas brasileiros do Cerrado, Caatinga e Amazônia em seus 160 mil hectares de área. O acesso ao parque pode ser feito pelas rodovias BR-010 e BR-230 a partir dos municípios maranhenses de Estreito, Riachão, Carolina e Imperatriz.

As formações rochosas que lembram o formato de mesas, a vegetação típica da região sul do Maranhão, cânions e rios compõem a paisagem da Chapada das Mesas que pode ser contemplada na Torre da Lua, localizada no município de Carolina. Entre os atrativos do parque estão também o Morro das Figuras, que mantêm pinturas rupestres em seus paredões, e os buritizais que reúnem diversas espécies de animais silvestres, como macacos, sucuris, araras e corujas.

14_06_2016_capada_das_mesas_2
Foto: Banco de imagens/Embratur

O Parque Nacional também é conhecido pela beleza de suas cachoeiras. A do Santuário, com quedas d’água de 50 metros; a de São Romão, que se destaca como a maior do Maranhão em volume de água; e a de Santa Bárbara, com mais de 70 metros e conhecida por abrigar uma formação rochosa que lembra a imagem da santa.

A alta temporada de visitação à Chapada das Mesas ocorre no mês de julho, marcado pelas férias escolares e pela redução no volume de chuvas na região. É o momento para conhecer e nadar nas águas cristalinas do poço azul e desfrutar das “praias” às margens do Rio Tocantins, destinadas à pratica de esportes e ao lazer.

A região da Chapada das Mesas é conhecida ainda pela prática do turismo de aventura, que engloba as atividades de rapel, trilhas, canionismo e a observação de aves endêmicas da região sul do Maranhão. De acordo com o estudo da Demanda Turística Internacional do Ministério do Turismo, o Brasil recebeu, em 2014, mais de 450 mil turistas estrangeiros cuja a principal motivação de viagem foi as atividades de aventura.

Foto: Banco de imagens/Embratur
Foto: Banco de imagens/Embratur

 

O município de Imperatriz, uma das portas de entrada da Chapada das Mesas, receberá a tocha olímpica nesta terça-feira (14). O início do revezamento será marcado pela descida de rapel na Ponte Dom Affonso Felippe Gregory. As celebrações serão realizadas na Avenida Beira Rio, às margens do Rio Tocantins. A programação do evento inclui apresentações de danças típicas, como o Bumba meu Boi, bandas de fanfarra, forró e reggae.
INVESTIMENTOS – Desde sua criação em 2003, o Ministério do Turismo investiu mais de R$ 456 milhões no turismo do Maranhão, dos quais R$ 8 milhões em obras de desenvolvimento da infraestrutura turística de Imperatriz. Foram beneficiadas intervenções como a implantação de sinalização turística e pavimentação de vias.

 

Check Also

Que tal aproveitar a Semana Santa para conhecer o Brasil?

Pesquisa realizada por site buscador de hotéis revela destinos favoritos dos brasileiros para o feriadão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *