Home / Notícias / Trens turísticos resgatam memória histórica e cultural dos mineiros

Trens turísticos resgatam memória histórica e cultural dos mineiros

Opção para as férias, os passeios revelam belezas naturais do estado e permitem aos turistas trilhar caminhos nas marias-fumaça e locomotivas

Aproveite os dias restantes das férias para viajar pela história de Minas Gerais nos trens turísticos que ligam cidades e povoados do estado. Com grande importância cultural para os mineiros, o trem possibilitou o desenvolvimento econômico em algumas regiões e ainda mantém viva a tradição local de contemplar belas paisagens no andar vagaroso conduzido por locomotivas e marias-fumaça.

Conhecida como Leopoldina, a primeira estrada de ferro do estado foi inaugurada pelo imperador dom Pedro II, em 1874. Ela surgiu da iniciativa de fazendeiros e comerciantes da Zona da Mata, pelo fato de o escoamento da produção ser realizado em lombo de burros até os centros consumidores mais distantes, atingindo os portos do litoral brasileiro.

O aumento do mercado consumidor americano e europeu foi o fator de maior relevância para tal expansão e construção da ferrovia. Com a instalação da estrada, a economia foi marcada pela expansão da lavoura cafeeira, transformando a Região Sudeste na mais importante do país.

A partir daí, foram surgindo várias estradas de ferro ao longo do estado, influenciando a vida dos mineiros tanto no transporte de pessoas, quanto no escoamento de produção. Vale lembrar que, até nos dias atuais, a produção de café segue como um dos principais produtos da economia mineira.

Passeios

Ainda em funcionamento, algumas das antigas estradas de ferro deram espaço ao transporte turístico de passageiros em trechos que ligam cidades já conhecidas por turistas que chegam ao estado. Com apoio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur-MG), reunimos informações de cinco passeios de trem para quem quer conhecer Minas Gerais de um jeito diferente.

Confira, a seguir, as cidades por onde eles circulam, os dias e os horários das partidas, os preços das viagens e, claro, não perca o trem!

A saber, são três marias-fumaça, que fazem São João del-Rei a Tiradentes, São Lourenço a Soledade de Minas e Passa Quatro a Coronel Fulgêncio.

Não é possível esquecer, também, do trem que liga Ouro Preto a Mariana e do único trem diário de passageiros do Brasil, que liga Belo Horizonte a Cariacica (ES), com paradas em diferentes cidades mineiras e capixabas, entre as quais Barão de Cocais, Governador Valadares, Ipatinga e Aimorés.

Ah, esse “trem”!

Claro que não se pode deixar de falar que “trem” é uma expressão muito utilizada no mineirês, e que serve para tudo… tudo mesmo. É usado para comida, objetos, sentimentos e inúmeras ações. O significado da palavra, nos dicionários, destaca o trem como ‘aqueles objetos que formam a bagagem de um viajante’. Daí você entende que o trem de ferro apenas recebeu tal nome por transportar os “trens” dos passageiros.

Roteiros

Trem da Vale

O trecho ferroviário que liga Ouro Preto a Mariana encanta visitantes do Brasil e do mundo com seus 18 km de história, cultura e belezas naturais. De um lado, a primeira vila e capital de Minas – Mariana. Do outro, uma cidade que é patrimônio mundial e atrai turistas de todos os cantos do mundo – Ouro Preto.
A viagem de aproximadamente uma hora é incrível pelas belezas quase intactas da antiga rota do ouro, pela vegetação que varia entre a Mata Atlântica e o Cerrado e, claro, pela arquitetura barroca com mais de 300 anos de história. O vagão panorâmico propicia melhor visualização da paisagem e antigas estações existentes no trajeto.

Com funcionamento de sexta-feira a domingo, e também nos feriados, o Trem da Vale oferece dois tipos de composição: panorâmico e convencional. Para quem deseja fazer o passeio é preciso ter atenção quanto aos horários de saída.

Confira as partidas nas sextas-feiras, sábados e feriados: Ouro Preto (10h e 14h30) e Mariana (13h e 16h). Aos domingos as partidas acontecem, de Ouro Preto (10h e 16h) e Mariana (14h30).

As passagens apresentam dois grupos de valores. Na alta temporada (janeiro, julho e feriados), em carro convencional a tarifa inteira é de R$ 50. Já no carro panorâmico é de R$ 76. Na compra das passagens ida e volta, o turista tem desconto. A ida e volta no carro panorâmico custa R$ 100 e no convencional R$ 70.

No período de baixa temporada (demais meses, exceto feriado) as tarifas de ida e volta custam R$ 66, para o carro convencional, e R$ 90 no carro panorâmico. Já o valor por trecho tem custos de R$ 46 e R$ 70, respectivamente para os carros convencional e panorâmico.

Mais Informações: Pelos telefones (31) 3551-7705 / 3557-3844 ou pelo site (Trem da Vale).
Locais de Embarque: Ouro Preto: Praça Cesário Alvim, s/n. – Barra. Mariana: Praça Juscelino Kubitschek, s/n. – Centro.
Compra de Bilhetes: Internet (diariamente) e bilheterias nos locais de embarque (de quarta a domingo de 8h30 às 17h).

Trilhos de Minas

Com capacidade para 280 passageiros, a Maria Fumaça faz o trajeto de 12km entre as cidades de São João del-Rei e Tiradentes, no Campo das Vertentes, em uma das poucas locomotivas a vapor no mundo que ainda rodam em bitola de 76 centímetros. A duração do passeio é de 40 minutos.

No passeio, a composição passa pela antiga Estrada de Ferro Oeste de Minas (Efom), inaugurada em 1881 por D. Pedro II, cruzando fazendas centenárias, rios, montanhas e estações que preservam a arquitetura do século XIX. Nas estações é possível contratar serviço opcional, e voltar ao tempo fantasiando com vestimentas de época e posando para fotografias.

O itinerário conta com viagens de quinta-feira a domingo e nos feriados. As saídas acontecem, a partir de São João, às 10h e 14h (5ª feira); às 10h, 13h30 e 15h30 (6ª feira e sábado) e às 10h e 13h30 aos domingos e feriados. No trecho com início em Tiradentes: 11h30 e 16h (5ª feira); 11h, 14h30 e 16h30 (sexta e sábado) e 11h e 14h30 aos domingos e feriados.

O valor da passagem é de R$ 60 por trecho. Para compra ida e volta, o valor do ticket é de R$ 70. Confira pelo telefone (32) 3371-8485 as condições nas quais se aplicam o meio-passe.

Mais informações: (32) 3371-8485.
Locais de Embarque: São João del-Rei: Rua Hermilia Alves, 366, Centro. / Tiradentes: Praça da Estação s/nº.
Compra de Bilhetes: Bilheterias nos locais de embarque (de quinta a domingo a partir das 9h).

Trem das Águas

São apenas 10km entre as cidades de São Lourenço e Soledade de Minas. No entanto, os viajantes poderão usufruir de um trajeto de bela paisagem e muito verde. O trem tem capacidade para 450 passageiros e em todo o trajeto é possível adquirir bebidas e lembranças.

O percurso de ida margeia o Rio Verde e tem parada final na Estação de Soledade de Minas, datada de 1884. O prédio resgata as características originais, mas garante toda infraestrutura e acessibilidade necessárias para a operação.

No retorno a São Lourenço, violeiros animam a viagem até a chegada à estação, local em que o turista tem à disposição outra feira de artesanato, loja de bebidas (cachaças, vinhos, licores) e um confortável bar para tomar um cafezinho ou um saborear um lanche.

O passeio tem duas horas de duração, sendo 40 minutos na ida e 40 minutos na viagem de retorno, com 40 minutos de parada em Soledade. As viagens acontecem aos sábados, às 10h e às 14h30, e aos domingos, às 10h.

As passagens são vendidas ao preço de R$ 65, na classe turística, e R$ 85 na classe especial, sendo que, nessa última, o passageiro tem a oportunidade de degustar produtos da região, como queijos, cachaças, vinhos e doces. Os preços valem para os trechos de ida e volta.

Informações: (35) 3332-3011 ou pelo e-mail: tremdasaguas@abpf.com.br.
Local de Embarque: Praça Ismael de Souza, nº: 9, Centro.
Compra de Bilhetes: no local de embarque (aos sábados e domingos). Para reserva de grupos, deverá ser realizada via telefone ou e-mail, em horário comercial e finais de semana.

Trem da Serra

O Trem da Serra faz o percurso entre as cidades de Passa Quatro e Coronel Fulgêncio, com capacidade para 118 passageiros, percorre 12 km em duas horas, com parada. Na estação, os passageiros podem visitar uma exposição fotográfica no hall ao som de música típica regional.

Após a partida o trem se dirige a estação Manacá, onde é feita uma breve parada e os turistas podem visitar uma feira de artesanato e guloseimas enquanto a locomotiva é preparada para a subida da serra, onde os turistas podem contemplar as corredeiras do Manacá e a ponte Estrela.

Em Coronel Fulgêncio, os passageiros podem conhecer a exposição fotográfica de minisséries filmadas no local, Mad Maria e JK, fotos de máquinas e carros recuperados pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF); e fotos da Revolução Constitucionalista de 1932.

As viagens têm início em Passa Quatro, aos sábados às 10h e às 14h30 (horário este sujeito à confirmação) e aos domingos, às 10h. Em feriados e épocas de maior movimento são oferecidas viagens extras, mas que devem ser confirmadas na estação. A passagem tem custo de R$ 55.

Mais informações: pelo telefone (35) 3371-2167 ou e-mail: tremdaserrap4@abpf.com.br.
Local de Embarque: Avenida Benedito Valares, 159 – Praça Doutor Paulo de Frontin, s/nº – Estação Ferroviária, em Passa Quatro (MG).
Compra de Bilhetes: no local de embarque aos sábados e domingos. Para passeios em grupos e fretamentos, deve-se entrar em contato via telefone.

Trem Vitória-Minas

É a viagem mais longa feita de trem no Brasil. Passa por cidades coloniais e pontos históricos de Minas que ficam às margens dos rios Doce e Piracicaba, contando com paisagens belíssimas. Por ser uma viagem longa, o trem conta com um vagão lanchonete e um vagão restaurante. Há também um vagão exclusivo para portadores de necessidades especiais.

As cadeiras têm mesinhas e tomada para o uso de computador ou recarga do celular. Possui ar condicionado, internet wi-fi e conteúdo de entretenimento off-line gratuitos. Ao abrir o ambiente virtual, o usuário acessa um espaço personalizado e amigável, com filmes e shows de sua preferência, sem a necessidade de conexão, nem de instalação de softwares adicionais ou aplicativos.

Com partidas diárias de Belo Horizonte, às 7h, e de Cariacica (ES), às 7h30, o Trem Vitória-Minas tem capacidade para transportar 1.700 passageiros e percorre 664km em 13 horas. São 30 pontos de embarque e desembarque em todo o trajeto e um trem adicional que faz o percurso entre Itabira e Nova Era.

Os valores dos bilhetes variam de acordo com o trecho viajado. Por exemplo, caso você faça todo o trajeto, o valor é de R$ 73 na classe econômica e R$ 105 na executiva, no entanto, caso sua viagem tenha fim em Barão de Cocais, o valor será de R$ 22 (econômica) e R$ 36 (executiva). Valor válido por trecho.

Mais informações: pelos telefones (31) 3279-4366 ou 0800 285 7000. Acesse as regras para meio passe e isenção das tarifas no site do Trem Vitória-Minas (clique aqui).
Locais de embarque: Belo Horizonte: Rua Aarão Reis, 425, Praça da Estação – Centro; Cariacica: Av. Mario Gurgel, s/n – Jardim América; Demais locais: Estação da cidade atendida.
Compra de Bilhetes: Bilheteria no local de embarque e site.

Fonte: AGÊNCIA MINAS

Sobre admin

Confira

Festival Internacional de Circo reúne artistas em São Paulo

Arte, cultura, expressão, cores, acrobacias, malabarismos e muita palhaçada vão animar São Paulo a partir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *