Foto: Embratur

Aeroporto de Jericoacoara começa a operar neste sábado

Voo inaugural, com turistas de São Paulo, marcará o início de um novo ciclo para o turismo cearense

Quando o primeiro voo comercial pousar no Aeroporto Regional de Jericoacoara, no município de Cruz, neste sábado (24), o Ceará estará inaugurando uma nova fase para o turismo no estado. Com capacidade inicial para receber três voos diários e até 600 mil passageiros por ano, o aeroporto do destino cearense mais badalado do momento irá receber voos regulares e fretados.

O terminal encurtará os 300 km que separam Jericoacoara de Fortaleza, por onde chega, atualmente, a maioria dos turistas interessados em conhecer os atrativos naturais da região. O trajeto antes feito exclusivamente de carro, em uma viagem com duração entre quatro e cinco horas, poderá ser feito em menos de uma hora de voo.

“Um dos principais impasses para o crescimento do turismo regional é a questão da conectividade entre as cidades brasileiras. Com a abertura do capital das companhias aéreas, a competitividade entre as empresas aumentará e isso vai gerar mais voos para os destinos e passagens mais baratas, beneficiando o turista”, defende o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Com o intuito de estimular esse mercado, está em tramitação, na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 7425/17 que modifica o Código Brasileiro de Aeronáutica que atualmente limita em 20% a participação do capital estrangeiro. A proposta de ampliar esse valor a 100% integra o Brasil + Turismo, pacote de medidas para fortalecer o setor no Brasil.

DESTINO – A praia de Jericoacoara foi escolhida pelos seguidores do TripAdvisor como o melhor destino turístico da América do Sul e o 3º do mundo entre 43 destinos pesquisados em 2016. A antiga vila de pescadores é acessada por uma estrada de terra de 20 km, em carros tracionados, a partir de Jijoca de Jericoacoara onde termina o asfalto.

O destino é conhecido mundialmente pela beleza das praias, dunas, lagoas e manguezais da costa cearense. O local oferece opções de hospedagem desde albergues e campings para mochileiros até hotéis de luxo. Come-se muito bem em restaurantes caseiros ou sofisticados. As ruas são de terra e, apesar de existir energia elétrica, não há iluminação pública.

Os trajetos entre a vila e os principais atrativos turísticos são feitos a pé, de cavalo ou de buggy. Alguns estão situados no entorno do Parque Nacional de Jericoacoara, como as lagoas do Paraíso e Azul. São lagoas permanentes com pausas para banhos refrescantes e estrutura de redários na água, bares, restaurantes e esportes náuticos. Já as lagoas temporárias são uma atração à parte para quem caminha sobre as dunas.

A Pedra Furada é um cartão postal e ícone da paisagem do parque, além de visita obrigatória para os turistas. Já o Serrote, no caminho da Pedra Furada, é uma formação rochosa que se eleva a partir da praia, com o ponto mais alto a 99 metros do nível do mar, onde localiza-se o farol. As praias de águas mornas são a maior atração de Jericoacoara. A Duna do Pôr do Sol, na enseada com praia voltada para o poente, proporciona um belo espetáculo aos turistas e moradores que contemplam diariamente o sol se pondo sobre o mar. A plateia encerra o dia e recebe a noite estrelada sempre com uma salva de palmas.

Check Also

Centro registra 1.350 araras-azuis-de-lear na natureza

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres (Cemave), do Instituto Chico Mendes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *