Turismo
 
          INÍCIO            DESTINOS NO BRASIL            SOBRE O BRASIL               DICAS DE VIAGEM
Turismo



Brasil   >  História do Brasil

 BRASIL - Um país sensacional!!!
Brasil
Foto: Divulgação / EMBRATUR

A descoberta do Brasil pelos portugueses ocorre em um período de crise e de grandes transformações na Europa.

Nos centros urbanos, o processo de transformação é acelerado. O comércio floresce e, com ele, surge uma nova classe social, a burguesia mercantil. Ela é quem vai financiar as grandes navegações dos séculos XV e XVI, que resultam na descoberta da América e do Brasil, na conquista e colonização da África e da Ásia.
Informações
Aspectos Gerais
Clima
Geografia
Mapa do Brasil
História
Carnaval
Culinária
Moeda e Câmbio
Cultura e Religião
Vacinação

Em Abril de 1500, o navegador português Pedro Álvares Cabral alcança a costa do atual Brasil e reclama toda a região em nome de Portugal. Antes de chegar a terra firme, nomeia a região de Monte Pascoal, que depois passa a ser chamada de Terra de Vera Cruz.

No curso da exploração, muitos cabos e baías foram batizados, incluindo uma baía que foi denominada de Rio de Janeiro. A Terra de Vera Cruz passa, então, a chamar se Santa Cruz e, finalmente, Brasil, em alusão ao pau-brasil, árvore que abundava na região, levada em grandes quantidades para Portugal.

Durante três séculos, o Brasil ficou na condição de colônia portuguesa. O colonialismo beneficiava a Metrópole. No Brasil daqueles anos não se pode falar em domínio. Inicialmente, o país era um desafio, pois não havia riquezas para Portugal explorar. O interesse era garantir o controlo da rota Atlântica.

O direito de explorar as terras foi concedido a particular mediante obrigações, mas considerando o Monopólio da Coroa. Nos primeiros tempos, os franceses mantinham um bom relacionamento com os índios. Só por volta de 1530 é que Portugal se passou a interessar mais pelo Brasil. O Brasil foi o berço da "democracia racial". Se uma raça preponderou, preponderaram também seus costumes.

Para possibilitar uma melhor administração, o Brasil foi dividido em Capitanias Hereditárias. Estas criadas por D. João III enfrentaram vários problemas. Em 1549, foi nomeado o primeiro Governador-geral do Brasil, criado para coordenação das capitanias.

Passaram a existir as capitanias reais. O Governo-Geral pode ser definido como primeiro esboço do poder público no Brasil. O Marquês de Pombal, sabendo da carência de gente para administrar a colônia, valeu-se de brasileiros. O centralismo político já tinha ultrapassado a fase de experiências para se tornar um projeto mais amplo.

Os primeiros Governadores-gerais foram encarregados de tarefas administrativas e militares por um prazo de três anos. Houve distinção entre Governadores e Vice-reis: o Vice-rei, muito mais que um Governador-geral, parecia a própria personificação do poder.

Este foi o impulsionador do movimento que daria início ao período republicano, que começa com o derrube do Império e a Proclamação da República, em 15 de Novembro de 1889, e se estende até hoje.



Linha do Tempo - História do Brasil

Fonte: Embratur