Turismo
 
          INÍCIO            DESTINOS NO BRASIL            SOBRE O BRASIL               DICAS DE VIAGEM
Turismo

 
Brasil   >  Cultura e Religião no Brasil

 BRASIL - Um país sensacional!!!
Brasil
Foto: Divulgação / EMBRATUR

A Cultura e a Religião do povo brasileiro
O povo brasileiro descende de uma mistura de raças. Colonizadores portugueses, nativos e escravos africanos (originários na sua maioria de Yoruba e Quimbundu que, nos dias de hoje, correspondem à Nigéria, Benin e Angola) constituíram a base racial. Colonizadores franceses e holandeses também estiveram no Nordeste do Brasil.

No século XX, massas de imigrantes alemães, italianos, polacos e japoneses acrescentaram novos elementos a essa mistura. Os brasileiros são, talvez, o povo mais racialmente miscigenado.
Informações
Aspectos Gerais
Clima
Geografia
Mapa do Brasil
História
Carnaval
Culinária
Moeda e Câmbio
Cultura e Religião
Vacinação

■ Formação do povo
Pessoas de raça branca, vindas da Europa, de raça negra, originárias da África, e de raça amarela, os indígenas nascidos no Brasil, contribuíram para a formação do povo brasileiro. A mescla é intensa desde o início da colonização. O pequeno número de mulheres brancas entre os colonizadores portugueses fez com que eles acabassem por se relacionar com índias ou escravas negras, muitas vezes à força. Essa mistura deu origem a outros tipos raciais, como o mulato, originado da junção do branco com o negro; o caboclo ou mameluco, originado da mistura entre o branco e o amarelo; e o cafuzo, a junção do negro e do amarelo. Os povos que chegaram mais tarde ao Brasil, apesar de terem, em muitos casos, permanecido em comunidades fechadas, também se miscigenaram.

■ Imigrantes
O número de imigrantes no Brasil sempre foi maior do que o número de emigrantes. A imigração começou oficialmente quando D. João VI promulgou a lei que permitiu a posse de terras por estrangeiros, em Novembro de 1808. O objetivo da lei foi o de facilitar a ocupação do Sul do país para garantir que um território do interesse dos castelhanos continuasse nas mãos da Coroa. Houve interesse também em “branquear” a pele da população, na época maioritariamente negro. A presença dos imigrantes provocou mudanças na vida do País, com a introdução de novos produtos e técnicas de cultivo, noção de pequena propriedade, economia de subsistência e pequenas indústrias domésticas (têxtil, alimentícia, de couro e de cerâmica).

Os povos que mais imigraram para o Brasil foram os alemães, os austríacos, os húngaros, os eslavos, os espanhóis, os italianos, os japoneses, os sírios, os libaneses e os suíços alemães. Essa miscigenação fez com que o povo brasileiro fosse considerado um dos povos mais hospitaleiros do mundo. Todos que chegam ao Brasil, independente do lugar de origem, são recebidos com um abraço acalorado do brasileiro.

■ Religião
Não existe uma religião oficial no País. Quase 88% dos habitantes do Brasil são católicos. Contudo, aproximadamente 20 milhões de católicos também praticam algum tipo de ritual de origem africana. Existem pelo menos cinco milhões de protestantes, entre luteranos, metodistas e episcopais, além dos judeus. A maioria dos indígenas professa religiões


Fonte: Embratur